Paulo Meyer com Juliene Antonio, coordenadora do Princesa Victoria.

Na quinta-feira (30), foi instalada em frente ao Centro Especializado em Reabilitação “Princesa Victoria” uma academia ao ar livre adaptada. A academia tem seis equipamentos: barra alta giratória tripla cadeirante, máquina de bíceps adaptada, máquina de puxador adaptada, máquina de supino adaptada, simulador de remo individual para cadeirante e voador dorsal com peitoral adaptado.

Os equipamentos estão em área aberta e à disposição tanto do público externo como das pessoas com deficiência que frequentam o Princesa Victoria.

O investimento é de R$ 47,5 mil, que, somados a outros investimentos em inclusão feitos pelo Governo de Estado em Rio Claro, totalizam aporte de aproximadamente R$ 750 mil.

Paulo Meyer, assessor dos Direitos da Pessoa com Deficiência agradece à ex-secretária dos Direitos da pessoa com Deficiência Célia Leão, que atendeu os pedidos de Rio Claro e à secretária em exercício Aracélia Costa. “São investimentos importantes nos trabalhos que objetivam transformar Rio Claro em uma cidade mais inclusiva”, afirma o prefeito Gustavo.

Além da academia adaptada, Rio Claro já recebeu três cadeiras de trilhas adaptadas, que são utilizadas na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, playground adaptado para o Lago Azul, equipamento de acessibilidade para deficientes visuais para a biblioteca do Centro Cultural. O município também aguarda R$ 250 mil para acessibilidade de calçadas e uma van adaptada.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Papai Noel chega domingo no Parque Lago Azul