Dani Nolden, da banda Shadowside, tocou no evento na edição de 2011 (foto: Bel Gasparotto)

Da Redação

Depois de um período sabático, a organização de um dos principais festivais de música do Brasil – que contabiliza dez edições de sucesso realizadas em Rio Claro e demais cidades da região – confirmou a edição em 2017! Em nota, foi destacado que, apesar do hiato de quatro anos, nos bastidores o evento musical esteve sempre ativo, pois, além de observar as novas bandas que surgem no cenário, desde 2012 tem projetos aprovados tanto na Lei Rouanet, do Governo Federal, quanto no sistema Proac ICMS, do Governo do Estado de São Paulo, para receber investimento e, finalmente, realizar sua 11ª Edição.

“Tentamos por anos conseguir recursos através de lei de incentivo, porém não conseguimos captar a verba necessária”, informou a idealizadora e principal responsável pelo sucesso do FRF, Vivian Guilherme, que ressaltou ainda que alternativas foram pensadas, entretanto, nenhuma foi viável. “Foram tantos anos parados que agora resolvemos voltar e realizar sem dinheiro mesmo, na independência, da mesma forma como quando começamos. Percebemos que muitas pessoas não lembravam ou nem reconheciam o evento e, da mesma forma, muitas outras procuravam perguntando sobre uma nova edição. Por isso, concluímos que seria melhor fazer um evento simples ao invés de colocar ponto final nessa história.” Portanto, o fim de semana dos dias 25 e 26 de março já tem programação para os amantes do bom e velho Rock’n Roll!

O espaço ainda não foi definido, contudo está confirmado o Festival Rock Feminino na Terra de Ulysses Guimarães e em Cordeirópolis. “Nosso amigo e apoiador Alceu Guimarães, de Cordeiro, disse estar à disposição para ajudar em uma edição no município de João Pacífico; aqui também estamos negociando algumas possibilidades com casas de shows ou espaços públicos e, em breve, vamos divulgar os locais”, finalizou, acrescentando que a ideia é um evento 100% independente.

INSCRIÇÕES

Para as bandas interessadas em tocar na edição 2017, as inscrições já estão abertas e podem ser feitas no: www.rockfeminino.com.br. A exemplo das edições anteriores, jurados de renome nacional e internacional devem ser convidados para fazer a seleção das bandas, que devem ter em sua formação oficial, no mínimo, uma mulher.