Floresta Estadual ‘Edmundo Navarro de Andrade’ receberá em breve o plantio de mil mudas de árvores pela EMTU/Estado

Recuperação ambiental acontece relacionada às obras da Linha 2 do Veículo Leve Sobre Trilhos, da Baixada Santista

A Floresta Estadual ‘Edmundo Navarro de Andrade’, em Rio Claro, receberá o plantio de mil mudas de árvores como forma de recuperação ambiental relacionada a obras de uma linha do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), da Baixada Santista, por meio da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo). O Jornal Cidade revelou a informação há mais de um ano, porém somente na última semana que o Governo do Estado conseguiu concluir a licitação para a contratação da empresa que executará a restauração ecológica.

De acordo com os dados apurados pela reportagem, a empresa Ecotec Soluções Ambientais Ltda. venceu em julho o edital para realizar o plantio em uma área de 26,40 hectares, além da execução de projeto Educação Ambiental vinculada à restauração ecológica por um período de 60 meses em Rio Claro. A homologação já foi publicada no Diário Oficial do Estado.


Consultada pelo JC, a EMTU informou que o próximo passo é a assinatura do contrato, seguida da elaboração de um plano de trabalho, por parte da empresa, para início da execução do projeto. “A licitação diz respeito ao Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental relacionado às obras da Linha 2 do Veículo Leve Sobre Trilhos, da Baixada Santista. A iniciativa inclui a recuperação, proteção e manutenção das áreas florestais e o plantio de cerca de mil mudas de árvores”, confirma.

A EMTU é responsável por vários projetos no Estado de São Paulo atrelados à compensação em banco de áreas para restauração ecológica em unidade de conservação, resultando em maior ganho ambiental. A recuperação em Rio Claro acontece como forma para compensar a retirada de cerca de 200 árvores na cidade de Santos para que o meio de transporte seja implantado. A escolha pelo antigo Horto Florestal da cidade gerou polêmica, uma vez que até mesmo um vereador do litoral entrou no Ministério Público para tentar barrar o projeto.

Mais em Dia a Dia:

Definidas 6590 vagas em concurso público unificado

VÍDEO: aplicadas 120 “multas morais” no centro de Rio Claro