O Jetta é comercializado no Brasil desde 1999, já faz parte da 5ª geração da VW e continua sendo um dos queridinhos dos brasileiros.

Produzido desde 1979, O Jetta é um sedan médio da Volkswagen que é fabricado na Alemanha e México. Com a base do Golf, o Jetta é comercializado há mais de cinco gerações com outros nomes como Atlantic, Bora, Fox e Sagitar.

No Brasil, sua comercialização é feita desde 1999. O Bora é a 4ª geração do modelo e foi a primeira a chegar aqui no país, equipada com o mesmo motor a gasolina do Golf brasileiro e com câmbio manual ou automático Tiptronic de 4 marchas. Em 2005 chegou a 5ª geração já com o nome de Jetta em uma versão única que entusiasmou a VW.

Fomos até o estacionamento Infínita Motors dos sócios Rodrigo Zamian e Thiago Pretoni para conhecer a versão 2019 do Jetta que é o destaque dessa semana no ShowCar. O modelo tem como itens de série: ar condicionado digital com duas zonas de climatização possibilitando temperaturas diferentes de cada lado no carro (por exemplo 19 graus no lado do motorista e 23 graus no lado do passageiro), 6 airbags (frontal, lateral e cortina), assistente de partida em rampas, sistema Start-stop, controle eletrônico de estabilidade e de tração, câmera de marcha ré, direção elétrica, espelho retrovisor interno antiofuscante, entre outros.

Nos opcionais destacamos o ACC (radar de alta precisão para detectar velocidade, distância e direções de movimentos, determinando a hora de acelerar ou frear), detector de fadiga (câmera que avisa sinal de perigo ou sonolência) e luz em LED em faróis com sistema DLR (luz de condução diurna) e sistema ambientação luminosa nos painéis frontal, central e nas portas que permite configurar até 10 cores.

O Jetta R-Line ainda tem acesso ao veículo sem o uso da chave, sensores crepuscular, de chuva e de estacionamento dianteiro e traseiro, diferenciais estéticos como rodas de liga leve aro 17 polegadas, retrovisores pintados em preto metálico e teto solar. O motor 1.4 TSI com potência de 150 cavalos tem aceleração de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos, transmissão automática de 6 marchas e direção elétrica programável. Com amplo espaço interno onde todos os acentos possuem encosto de cabeça, o Jetta também possui um porta malas gigante, 520 litros, está entre os maiores da categoria.

O painel digital facilita a visualização das informações, tem central multimídia com rádio, tela touchscreen 8”, App-Connect e sistema de navegação nativo. A atração desse lançamento foi o piloto automático, com direção elétrica programável. Entender todo esse conforto só com um teste drive mesmo.

O Jetta R-Line se posicionou como o mais completo entre as configurações com o tradicional motor 1.4 TSI turbo flex. Elogiado pela sua posição de dirigir, conforto, suspensão macia, segurança ao motorista e o estilo mais esportivo.

Na linha 2021, a VW tirou de linha versões com motor 1.4, mantendo apenas a GLI (que ficou um pouco mais esportivo em seu design), com o propulsor 2.0 turbo de 230 cavalos, mas que acabou deixando de ser competitivo com os líderes do segmento. Já o Jetta GLI 2022 ganhou novas ponteiras de escapamento, rodas de 18” diamantadas e acompanhadas de pinças de freio vermelhas, faróis e lanternas full led de série e duas novas cores: vermelho e azul, além de branco, cinza e preto. Os pneus são 225/45.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Showcar:

O Corcel com estilo Rat Look ganhou as ruas da cidade

Kombi Miloca, a charmosa motorhome da família Favarim