A Câmara Municipal aprovou na noite dessa quarta-feira (17) projeto de lei que torna os desfiles das escolas de samba em Rio Claro patrimônio cultural imaterial da cidade. A proposta, de autoria do vereador Alessandro Almeida (Podemos), recebeu grande apoio dos parlamentares presentes no plenário. Irander Augusto (Republicanos) estava na sessão, mas foi embora antes da votação, já Luciano Bonsucesso (PL) não compareceu aos trabalhos.

“A riqueza de uma sociedade se mostra pela relevância da sua cultura, simbolizada pelo patrimônio que ela apresenta. Rio Claro é a ‘Capital da Alegria’, seu carnaval já foi eleito o quinto melhor do país em seu modelo, sempre foi um orgulho, uma referência para a região. Porém, o desconhecimento e falta de gestão do poder público ceifaram essa celebração. Ficamos sem carnaval e sem saúde, um desrespeito com a comunidade. Quando falamos de carnaval, aqueles que se posicionam contra não entendem que um trabalho de escola de samba não se resume ao desfile”, comentou Alessandro ao pedir votos favoráveis.

Rafael Andreeta, Hernani Leonhardt, Carol Gomes, Vagner Baungartner, Serginho Carnevale, Julio Lopes, Adriano La Torre, Val Demarchi, Geraldo Voluntário e Sivaldo Faísca trouxeram discursos favoráveis ao projeto. Demarchi, inclusive, fez referência à menção de Almeida sobre a administração passada, em que o ex-prefeito João Teixeira Junior endossou em campanha que tiraria o dinheiro do Carnaval para utilizar na Saúde. Demarchi, que era da base de Juninho na época, explicou sua visão sobre a questão.

“Eu concordo com sua fala, mas o Poder Executivo é quem executa. Apesar de estarmos no mesmo partido do [ex-]prefeito, nós não tínhamos força, a caneta da mão para fazer acontecer”, disse, acrescentando que na época do ex-prefeito Cláudio Di Mauro também foram vários anos sem a realização do Carnaval em Rio Claro. “Essa chama não se apagará, porque o samba traz alegria, as escolas estão muito bem preparadas, fazem seus eventos. O mínimo que o poder público pode fazer é não atrapalhar as escolas. Somos a ‘capital da alegria’”, finaliza. Assista à sessão na íntegra na página www.facebook.com/jcrioclaro.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Intervalo:

Projeto Guri recebe matrículas até março em RC, Santa e Cordeiro

Escola-mirim Samuca do Amanhã estreia no Carnaval de Rio Claro