Cronograma não inibe descarte irregular de entulho em Araras

122

Ramon Rossi

Apesar do cronograma implantado em Araras, o entulho não anda tendo destino correto, não. Em vários pontos da cidade, por exemplo, basta caminhar para encontrar o material espalhado, mesmo após a Prefeitura ter elaborado um calendário que o cidadão coloca o entulho na rua entre sexta e domingo e, a partir de segunda-feira, uma equipe da Secretaria Municipal de Serviços Públicos inicia a coleta.

No município, de acordo com monitoramento da pasta, ruas da região leste e da sul são as que mais se transformaram em deposito irregular. Foram encontrados, por exemplo, móveis velhos, restos de poda de árvores, lixo doméstico, geladeira, entre outros objetos.

“É triste. Quem vê de fora, pensa que a Prefeitura não anda fazendo a sua parte. Mas, de fato, quem não anda cumprindo o Decreto nº 6.533, de 11 de junho de 2019, que fala sobre o recolhimento do entulho gratuito somente nos dias permitidos em cada setor e com volume de até 1m³ é o cidadão”, comentou o secretário de Serviços Públicos, Beto Cabrini.

Quem desrespeitar as regras está sujeito à cobrança da taxa de serviço executado pela própria Prefeitura, de acordo com tabela de Preços Públicos, que sempre esteve em vigor. Nos casos em que o cidadão colocar mais de 1m³ de entulho nas ruas, tanto nos dias permitidos quanto fora deles, a Prefeitura vai recolher o material e cobrar pelo serviço. Para a retirada de mais de 1 m³ de entulho em dias permitidos, a taxa de coleta será de R$ 244,65. Se o material for descartado fora do cronograma de datas permitidas, o preço público será de R$ 339,77.

O secretário pede que a população colabore e se atente ao ajudar o meio ambiente. “É preciso conscientização principalmente daqueles que forem fazer limpeza nos quintais, reformas, para apenas colocar o material no dia do cronograma Não podemos esquecer: limpeza pública é responsabilidade de todos”, finalizou Cabrini.

Os panfletos com o novo cronograma estão em todos os prédios públicos e também podem ser conferidos no site da Prefeitura: araras.sp.gov.br.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: