Título conquistado entra para a vitoriosa história esportiva do Paulistano e a valorização de jovens. Foto: Wilian Oliveira/Foto Atleta

Campeonato Paulista de Basquete tem final emocionante e Paulistano conquista o título

O Paulistano é bicampeão paulista de basquete. A conquista foi alcançada em vitória na final diante do Corinthians, 83 a 82, nessa quarta-feira (18), no Ginásio Felipe Karam. Em uma partida emocionante e inesquecível, repleta de reviravoltas, Anderson aproveitou rebote no último ataque para garantir a taça do Campeonato Paulista da Divisão Especial Masculina.

“Concluímos o Paulista 2023 com o êxito que esperávamos. Tivemos no Final Four uma decisão acirrada, definida nos segundos finais e destacando o alto nível do basquetebol paulista. Parabenizo as quatro equipes participantes, em especial o Paulistano pelo título e o Corinthians pelo que mostrou em quadra. Agradeço a cidade de Rio Claro, que abraçou o Final Four, nossos parceiros, apoiadores e toda a comunidade do basquete paulista”, afirmou Enyo Correia, presidente da FPB.

O título conquistado entra para a vitoriosa história esportiva do Paulistano e coroa o projeto de valorização de jovens talentos. Dos 12 atletas que participaram do Final Four do Paulista, dez defenderam o clube em competições das categorias de base. Na campanha, o time comandado pelo técnico Demétrius demonstrou garra e comprometimento, com crescimento na hora certa. Após oscilações nas fases classificatórias, a equipe branca e vermelha mostrou força nas partidas eliminatórias, superando o Pinheiros nas quartas e o Sesi Franca na semifinal, para chegar à decisão.

O treinador Demétrius fez questão de ressaltar o tema logo após a vitória, ainda em quadra em Rio Claro. “Esse resultado não é dessa semana ou dessa temporada. Vem sendo plantado há alguns anos, com a base e o apoio que a diretoria do Paulistano vem dando, acreditando em projeto a longo prazo, dando segurança. E agora está colhendo o resultado, os frutos de um projeto”. Vitorioso no Metropolitano de 1944, campeão Paulista em 2017 e do NBB em 2018, referência nacional na revelação de atletas, o basquete do Paulistano escreve novo capítulo glorioso.

No último ataque do CAP, Vinícius Mogi arrancou, arriscou da cabeça do garrafão e acertou o aro. Então, Anderson apareceu no rebote e, com um tapinha, fez a cesta que rendeu o troféu ao time branco e vermelho.

O armador Kevin Crescenzi foi eleito o MVP (most valuable player, em inglês), ou melhor jogador da final. Com 22 pontos, 6 assistências e 6 rebotes, ele também se afirmou como liderança junto aos garotos da equipe.

“É ótimo, estou muito feliz e orgulhoso desse time também. Eu, que estava na quadra, quase infartei [com o final apertado no placar], nem imagino os coaches e os torcedores. Lutamos até o final e foi especial”, falou Crescenzi.