Campanhas protegem motociclistas e educam crianças em Rio Claro

293

A segurança ganhou um lado social e educacional na região do Jardim das Nações. As campanhas “Fique Antenado” e “Pipa é Legal, Cerol Não” foram levadas até os moradores para que acidentes envolvendo motociclistas e linhas cortantes não aconteçam mais no município.

“De 2019 até agora distribuímos aproximadamente 1.800 antenas aos motociclistas gratuitamente. Esses equipamentos são doados pela Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário de Rio Claro”, afirma Rogério Leite, presidente da Associação de Motoboys, que completou recentemente cinco anos de atuação no município.

Paralelo a isso, a parte social da Secretaria de Habitação desenvolveu atividades com as crianças do bairro: “Conscientizar as crianças dos perigos do uso do cerol é muito importante. Então trabalhamos esse tema e trouxemos até elas uma oficina de pipas, que elas adoraram”, afirma Luana Pezzotti de Freitas.

“Um menino depois de ouvir sobre os perigos e casos de acidente foi até o apartamento dele e pegou a linha com cerol, nos entregou e disse que nunca mais vai usar. Isso é muito gratificante”, disse Wagner Oliveira Braga, que foi o responsável pela oficina de pipas.

Crianças ganharam oficina de pipas e aprenderam que não devem usar linha cortante na brincadeira

Caso recente

Na edição do dia 13 de dezembro de 2019, o Jornal Cidade mostrou o caso de Edvânia Cristina da Mata dos Santos, de 29 anos. Ela voltava para casa no Jardim Novo quando, a poucos metros da residência, encontrou em seu caminho uma linha chilena: “Quando eu vi a linha vindo em direção ao meu pescoço, eu só tive a rápida ação de colocar a minha mão e consegui parar a moto. Tive um corte profundo e precisei passar por cirurgia. Por sorte não perdi os movimentos”, contou a vítima.

Edvânia teve ferimentos na mão após ser atingida por linha chilena no bairro Jardim Novo

Qual sua opinião? Deixe um comentário: