Zika Vírus avança em Rio Claro e região

255

Lucas Calore

Toda a população deve continuar em alerta. Casos confirmados de Zika Vírus na região deixam secretarias de Saúde dos municípios em estado de atenção.

A assessoria de imprensa da Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro informou que “o Boletim da Vigilância Epidemiológica da Fundação de Saúde de Rio Claro emitido na tarde dessa terça-feira (16) registra um total de 21 casos confirmados de dengue no município (a partir de 1º de julho de 2015), sendo três (3) no ano de 2016.

Casos confirmados recentemente em Araraquara e em Piracicaba deixam toda a região em alerta quanto ao Zika Vírus, além da dengue e chikungunya
Casos confirmados recentemente em Araraquara e em Piracicaba deixam toda a região em alerta quanto ao Zika Vírus, além da dengue e chikungunya (Foto: Fernanda Carvalho)

Ainda de acordo com o boletim, neste mesmo período foram levantadas 482 suspeitas de dengue, sendo 305 descartadas e 177 ainda em investigação. “Ao contrário de muitas cidades brasileiras e até de algumas da região, o município de Rio Claro está conseguindo manter-se em patamar satisfatório com relação a outras doenças.

No entanto, a Vigilância Epidemiológica de Rio Claro redobrou atenção para sete notificações recebidas. Cinco são suspeitas de chikungunya e duas suspeitas de zika vírus. Os exames coletados desses casos suspeitos foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, com resultado previsto para o início de março.

A Vigilância Epidemiológica reitera à população que continue a inspecionar suas casas verificando com atenção possíveis acúmulos de água e focos do mosquito Aedes aegypti”, cita a nota.

Araraquara

Na última segunda-feira, o Sesa (Serviço Especial de Saúde de Araraquara) confirmou o primeiro caso do vírus Zika no município. Uma mulher com idade de 35 anos, e grávida de 37 semanas, é a portadora da doença transmitida pelo mosquito, que também pode infectar com dengue ou chikungunya. Há, também, outras duas pessoas com suspeita de Zika no município.

Piracicaba

Também na segunda (15), o setor de saúde de Piracicaba confirmou o segundo caso de Zika Vírus em mais uma gestante, que tem apenas 16 anos. O caso foi confirmado pelo Instituto Adolfo Lutz, que notificou a Vigilância Epidemiológica.

O primeiro caso é de uma mulher com oito meses de gestação. A doença é autóctone, contraído na própria cidade, em ambos pacientes. Além desses dois casos de zika confirmados, há também uma grávida com dengue. A situação de suspeitos em Piracicaba é ainda mais grave: 48 casos, sendo 14 grávidas, de acordo com levantamento da Secretaria Municipal de Saúde do município vizinho divulgado nessa terça-feira (16). Não há registros de casos de microcefalia associados ao vírus até o momento.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: