Esse tipo de agressão pode ser um pouco difícil de identificar, pois muitas vezes é camuflado como ciúmes e se caracteriza pelas ofensas, controle e humilhações.

Quando se fala em violência contra a mulher, a primeira coisa que surge á mente é um empurrão, tapa ou soco. Mas não é apenas agressões física que é definido como um relacionamento violento e abusivo.

Uma forma mais sutil é a violência psicológica. Se você se sente constantemente sem autoestima, é humilhada e se sente muitas vezes diminuída, sofre com muitas ameaças verbais e tem constante receio de dar sua opinião, você pode sim estar sendo uma vítima de violência psicológica.

Ás vezes, as mulheres que sofreram violência psicológica só conseguem perceber que sofreram este tipo de abuso quando consegue finalmente sair de uma relação tóxica. “Infelizmente o tempo em que foi submetida a esse tipo de situação pode sim ter deixado marcas e sequelas”.  

 É importante que a mulher possa tirar um tempo para si, para se recuperar e voltar a olhar sua existência. “Porém, é necessário lembrar que, dependendo do impacto ocorrido, pelas agressões psicológicas é preciso um trabalho com terapeutas e psicólogos, para que possam ajudar a mulher a se restabelecer emocionalmente e psicologicamente.

O caminho para se chegar ao resgate da autoestima e da identidade que se perdeu é longo, pois os impactos podem ser difíceis de serem resolvidos sozinhos. Em alguns casos a vítima pode sofrer com as consequências do abuso psicológico, mesmo estando distante do agressor, tempos após o fato ocorrido ou do rompimento da relação tóxica.

É necessário que essa mulher vítima de violência psicológica, tenha um acompanhamento de profissionais para que ela possa através de sua vivência poder identificar quais foram os danos causados, buscar um caminho para sua cura e uma nova maneira de se relacionar consigo mesma e com os outros”.

Se você se identifica com essa matéria e quer saber mais informações entre em contato com a psicologa Elisete Leomara Geraldi através do e-mail [email protected] ou pelo whatsapp (19) 99619-4225

Mais em JC Indica:

TRABALHE HOME OFFICE

Aparelho auditivo com tecnologia wi-fi, agora em Rio Claro