A Prefeitura de Rio Claro, através do Fundo Social de Solidariedade, esclareceu nessa quarta-feira (23) a ata de registro de preços para eventual compra de salgados, lanches, pães, sucos e doces para o Gabinete do Prefeito. O valor chega a R$ 1,2 milhão pelo prazo de um ano e chamou a atenção dos munícipes. Em entrevista ao Jornal Cidade, Lilian da Silva dos Santos, Presidente interina do Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro, afirmou que por se tratar de uma ata de registro de preços, não necessariamente a compra será efetivada na sua totalidade.

Ainda, que a modalidade de compra é prevista na Lei de Licitações e visa a economia para os cofres públicos e a celeridade em caso de necessidade de aquisições. Confira a entrevista no vídeo e a reportagem completa na edição impressa do JC nesta quinta-feira (24). A ata de registro foi feita pelo gabinete do prefeito em razão do Fundo Social do município estar ligado ao gabinete do prefeito no organograma da administração municipal.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Prefeitura faz recapeamento em novo trecho do Cidade Jardim

Produtos da ceia de Natal sobem quase 10% no Brasil

Vacinação nesta sexta-feira é das 7h30 às 10h30