O início da operação dos novos ônibus em Rio Claro é o destaque de hoje no boletim da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Defesa Civil. Segundo o secretário Paulo Paulon, os créditos remanescentes do vale-transporte poderão ser utilizados por 90 dias.

Sobre o aumento da tarifa para R$ 4,90, Paulon observa que o último reajuste ocorreu em fevereiro de 2019. Foi aplicado, portanto, apenas um repasse inflacionário do período.

Paralelamente, continua o plantão para cadastramento de idosos e portadores de necessidades especiais na antiga estação ferroviária – Rua 1 com Avenida 1. O balanço de atendimento presencial registrou 4.506 pessoas de 11 a 28 dezembro, com emissão de 3.675 cartões de vale-transporte.

O serviço também está disponível on-line no site da nova concessionária de ônibus – www.soutransportes.com.br/rioclaro.

Depois de acessar, clique em “serviços digitais”, preencha os dados, selecione o tipo de cartão, envie a documentação solicitada e verifique a data para a retirada. A regra vale ainda para os idosos e portadores de necessidades especiais que já tenham cadastro. Os demais precisam ir até a estação munidos de documentos pessoais e comprovante de endereço. Os deficientes devem apresentar laudo médico. As fotos serão produzidas no local.

Beneficiários de gratuidade incluídos em novas leis devem, necessariamente, passar pelo Cadastro Único.

Mais em Dia a Dia:

Esgoto: reparo interdita trecho da rua 04, no centro, nesta quarta (28)

Mutirão retira mais de 6 toneladas de possíveis criadouros de dengue

Caixa Federal lança concurso com mais de 4 mil vagas disponíveis