No próximo dia 4, a Casa das Crianças completa 70 anos de fundação em Rio Claro. Com o objetivo de ampliar a cidadania de crianças e adolescentes, conscientizando-os de suas capacidades e valores, para que vivam com autonomia e dignidade, atualmente atende 107 crianças. Em comemoração aos 70 anos, no próximo dia 8, das 9h às 12h, uma casa aberta mostra ao público a história e os trabalhos realizados com as famílias e crianças.

“A Sociedade Beneficente São João da Escócia, Casa das Crianças, foi fundada por um grupo de pessoas preocupadas com a situação de menores órfãos, abandonados na cidade, e decidiram juntar esforços para acolher as crianças em situação de risco e abandono, pois na época não havia nenhum lugar para abrigar estas crianças. Até o ano de 2002, funcionou como abrigo para meninos de 5 a 14 anos e, após esta data, passou a atender crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 15 anos, no contraturno escolar, moradores de bairros comprovadamente em situação de vulnerabilidade social do município”, explicou o presidente Dirceu Zamboni. São várias as atividades diárias na Casa e a diretoria acompanha de perto a alimentação que é oferecida às crianças (café da manhã, almoço e lanche da tarde), já que é, segundo eles, uma das atividades importantes no Projeto e que reflete diretamente no crescimento e desenvolvimento infantil.

“É bom salientar que não somos uma escola e sim trabalhamos no âmbito social. As 107 crianças divididas em dois turnos, para elas serem aceitas, têm que estar matriculadas em uma escola. Hoje elas chegam na parte da manhã na Casa às 7h30, recebem café da manhã, fazem as atividades, às 11h almoçam, descansam e depois vão para as suas escolas, à tarde o mesmo cronograma. Nós, da diretoria, levamos muito a sério dar uma boa alimentação para as nossas crianças”, explicou o presidente.

Com uma grande estrutura de salas e funcionários, as crianças têm diariamente diversas atividades em busca da conscientização de suas capacidades e valores. “Hoje contamos com 13 funcionários desenvolvendo ações diversificadas como judô, informática, música, futsal, recreação, entre outras para atender às necessidades psicossociais e educacionais, com o objetivo de que se tornem pessoas responsáveis, capazes de realizar suas escolhas com liberdade e participação ativa na construção de novos tempos. Nosso principal recurso é o convênio com a prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Social. Além disso, temos o projeto do IPTU, as doações e os eventos que fazemos durante o ano, como nossa tradicional feijoada no mês de junho, que conta com mais de 1.200 participantes”, finalizou o presidente Dirceu Zamboni. Uma das atividades preferidas das crianças são as aulas de judô, nas quais, além da atividade física, as crianças aprendem a disciplina de uma forma lúdica e pedagógica.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Alerta: homem morre vítima de Covid em Rio Claro

10º Baep realiza treinamento de ‘atirador designado’

Refis: emenda ‘bloqueia’ empresas por três anos