Velo Clube está próximo de fechar vínculo com patrocinador master

225

Matheus Pezzotti

Da esquerda para a direita: Fábio Souza, Haroldo Carlos Amorim, Waguinho Dias e Homero Santarelli durante a apresentação do novo treinador velista
Da esquerda para a direita: Fábio Souza, Haroldo Carlos Amorim, Waguinho Dias e Homero Santarelli durante a apresentação do novo treinador velista

Na apresentação do técnico Waguinho Dias, na última terça-feira (7), um dos investidores e membro da parceria com o Velo Clube, Haroldo Carlos Amorim, informou que um novo parceiro está praticamente acertado com o clube. Trata-se do banco Sicred, que, segundo Amorim, está apalavrado, interessado e está 80% certo, restando apenas as assinaturas do contrato.

“Não vamos tocar aqui se não trouxermos recursos, estamos correndo atrás de vários parceiros. Falei com o diretor do banco na segunda-feira (6) e me disse que existe o interesse e está 80% certo, os outros 20% são a questão documental”, diz. Este banco será o patrocinador master do Rubro-Verde e estuda-se a possibilidade de utilizar a marca na camisa.

“O banco será o patrocínio master. Não tem jogador de futebol envolvido, apenas que 80% do futebol, de tudo que se arrecada, será do grupo de investidores e 20% do Velo Clube, porque a responsabilidade é nossa, nós vamos ter que responder pelos erros e acertos. O começo é muito difícil, vai haver muita cobrança, mas vamos conseguir o sucesso, dentro da paz e da união”, acrescenta Amorim, que estava acompanhado de Fábio Souza, responsável pelas conversas entre o banco e o grupo de investidores velistas. Ex-jogador de futebol, Fábio faz parte da empresa BSI Soccer e explicou os trâmites para o possível acordo.

“É um banco que vem como patrocinador master, sem ligação com jogadores, somente nos ajudar neste projeto. Conheço o Haroldo há muito tempo, até porque eu sou ex-jogador de futebol, tenho uma empresa de agenciamento de jogadores em São Paulo (Brazil Soccer) e através de conversações surgiu o interesse do banco em patrocinar um clube das séries A-2 e A-1 de São Paulo e, através do nosso conhecimento, acabamos viabilizando as coisas para trazer esse patrocínio para o Velo Clube e acredito que isso puxará outros investidores”, explica Souza.

Quando questionado sobre o elenco, Waguinho Dias projetou 28 jogadores, buscando uma mescla entre experientes – de idade e da divisão – com os mais novos, afirmando que as contratações estão encaminhadas e que no primeiro momento, no dia 14 deste mês ou no mais tardar no dia 20, quando os atletas começarem a chegar, serão observados, situação que Haroldo Amorim fez questão de ressaltar que não serão feitos testes na pré-temporada.

“Virão vários jogadores, mas não será teste, essa palavra não existe no futebol e sim uma observação até dia 20 de dezembro. Não são jogadores de empresários, e sim aqueles que estamos vendo, que conhecemos e depois será feita essa análise. Todos nós temos conhecimento do futebol e vamos definir em conjunto. Incluindo o treinador, somos cinco e, se na análise de um jogador a maioria entender que tem condições de ficar, vai ficar. Posso estar errado, mas eu trabalho assim. Todos terão oportunidade e aqui ninguém é ditador. O futebol funciona assim, um conjunto”, finaliza.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: