Vacinação contra o HPV em RC começa no dia 10

76

Sidney Navas

A vacinação acontecerá nas unidades de saúde da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h
A vacinação acontecerá nas unidades de saúde da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h

Em Rio Claro, a vacinação contra o vírus papilomavírus humano (HPV- causador de câncer de colo do útero), segundo informações fornecidas pela Fundação Municipal de Saúde, terá início no próximo dia 10 de setembro. A vacinação acontecerá nas unidades de saúde da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Porém, em outros municípios paulistas a campanha começou na segunda-feira (1º).

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo pretende imunizar cerca de 942 mil meninas, com 11, 12 e 13 anos de idade. Esse público, que já recebeu a primeira dose da vacina no primeiro semestre deste ano, deve procurar o posto de vacinação mais próximo para a aplicação da segunda dose.

CAMPANHA

Segundo as autoridades do setor de saúde, em todo o Estado, a cobertura da vacinação contra o HPV na primeira fase atingiu 99% do público-alvo e foi uma das maiores do Brasil. Neste ano, a vacina será destinada às adolescentes com 11, 12 e 13 anos de idade e deve ser dividida em três etapas.

A segunda dose da vacina deve ser aplicada seis meses após a primeira dose. Já a terceira dose, que funciona como um reforço, deve ser aplicada cinco anos após a primeira dose. A recomendação é para que as adolescentes levem a caderneta de vacinação aos postos.

Em 2015, a vacina contra o HPV será destinada às meninas entre nove e 11 anos e também será dividida em três etapas. A partir do ano de 2016, a vacina passará a ser aplicada nas meninas com nove anos de idade. O papilomavírus humano é um vírus capaz de causar lesões de pele e mucosas e, quando não tratado corretamente, pode evoluir para casos de câncer de útero. Já a eficácia da vacina a ser aplicada é superior a 95%.

Ao alcançar uma elevada cobertura vacinal entre a população-alvo, observar-se consequentemente uma maior proteção contra a incidência do câncer de colo de útero.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: