Folhapress

Cinco estados do centro-sul do país estão em alerta de risco de tempestade até a manhã desta terça-feira (9), segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia): São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Segundo a escala do instituto, essas regiões estão em risco laranja, que indica situação meteorológica perigosa e que demanda alerta da população. De acordo com os avisos emitidos, há chance de chuva entre 30 e 60 mm por hora, queda de granizo e ventos intensos que podem variar de 60 a 100 km/h.

A causa para a instabilidade é um ciclone que se forma no litoral de Santa Catarina e do Paraná, segundo a Metsul Meteorologia.

As condições meteorológicas podem levar ao corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

No domingo (7), a Marinha também emitiu um alerta indicando ventos com intensidade de até 88 km/h entre a cidade de Rio Grande (RS) e Itajaí (SC), entre a manhã de terça e noite da quarta (10).

Já o trecho litorâneo que vai de Itajaí até Santos (SP) está sob alerta de ventos com intensidade de até 88 km/h entre a noite de terça e a manhã de quinta (11).

Ainda de acordo com a Marinha, entre as cidades de Mostardas (RS) e Itajaí, da manhã de terça até a noite de quarta, devem surgir ondas de até três metros de altura.

Pela classificação do Inmet, Amazonas, Acre, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rondônia, Mato Grosso e Goiás têm alerta amarelo, indicando chuva intensa com volume entre 20 e 30 mm por hora e ventos que podem chegar a 60 km/h.

Recomenda-se, em caso de rajadas de vento, evitar se abrigar debaixo de árvores, estacionar veículos próximo a torres de transmissão e placas de propaganda e usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

PREVISÃO DO TEMPO

Em São Paulo, após quase 50 dias sem chuva e o mês de julho mais quente desde o início das medições, esta segunda-feira (8) começou com garoa e temperatura na casa dos 14°C. Até as 8h40, a cidade havia registrado 44% do volume de chuva esperado para o mês. Foram 12,9 mm ante os 29,6 mm previstos para agosto.

As temperaturas mais baixas devem permanecer até pelo menos quarta-feira, quando a frente fria começa a se distanciar do litoral, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), da Prefeitura de São Paulo.

A prefeitura diz que a Defesa Civil “mantém toda a cidade em estado de atenção para baixas temperaturas”.

Em Curitiba (PR), a temperatura máxima não passa dos 16°C nesta segunda. Já em Florianópolis (SC), a máxima é de 19°C . Em Porto Alegre (RS), temperaturas ficam entre 14°C e 18°C .

Nos três estados do Sul, o tempo fica nublado, com garoa durante a manhã e chuva durante a tarde e a noite, segundo a Metsul.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Nove estados anunciam Lei Seca para domingo

Aneel mantém bandeira tarifária verde para outubro