Vereador denuncia despejo de esgoto a céu aberto. Prefeitura e BRK dizem que intervenções estão em andamento.

A situação da cratera que se formou com a execução de obras na galeria da Rua 6 com Avenida M-21, no Cervezão, em Rio Claro, foi parar na Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Desde janeiro convivendo com o problema, os moradores vêm reclamando sobre os problemas no local, como mau cheiro, trânsito interditado, entre outros. O vereador Rafael Andreeta (sem partido) protocolou no órgão, na última semana, um pedido de fiscalização da Cetesb naquela região.

Segundo ele em ofício – ao qual a reportagem teve acesso -, existe lançamento de esgoto a céu aberto. O parlamentar da Câmara Municipal solicitou informações sobre a questão, bem como quais as providências estão sendo tomadas pela Cetesb, se haverá aplicação de multa aos responsáveis e quer saber quais os danos ambientais decorrentes da situação.

Dois meses se passaram desde que os problemas na localidade começaram. Após temporais, alagamentos foram registrados no entorno da Lagoa Seca, a poucos metros da Rua 6. Dias depois, uma cratera se abriu no asfalto da rotatória da M-21. A Prefeitura, ao tentar entender o que estava acontecendo, ampliou o buraco para uma sondagem. Desde então, toneladas de areia e materiais foram retirados do local. Há dias, porém, que nenhuma máquina ou operário tem trabalhado na região.

Nessa terça-feira (7), a Prefeitura informou que o problema de escoamento de água será resolvido em duas frentes de trabalho. Uma pela empresa BRK, que resolverá a questão na adutora coletora de esgotos. E a outra pela municipalidade, que fará a recuperação da galeria de águas pluviais que foi danificada durante a inspeção para verificação das condições da tubulação de esgoto. “A Secretaria Municipal de Obras já está preparando o projeto para realizar as obras de recuperação da galeria de águas pluviais e pretende realizar os serviços o mais rápido possível”, comunica.

A BRK Ambiental informou ontem ao JC que tem atuado em alinhamento às ações do município para solucionar os danos ocorridos nas infraestruturas hidráulicas provocados após fortes chuvas no Cervezão. No sistema público de esgoto do bairro foram identificados danos na principal rede coletora de esgoto.

“Desde então, a BRK concentra intervenções nesse trecho, empregando todos os recursos para mitigar os efeitos imediatos desse incidente. Os trabalhos no local já avançaram significativamente e, assim, continuarão até a execução de um novo sistema coletor de esgoto, previsto para junho de 2023. Esse prazo pode sofrer alterações por condições climáticas e pela complexidade da obra”, declara a concessionária de esgoto.

Segundo a BRK, todos os monitoramentos ambientais estão sendo realizados pela concessionária até o término das obras no local. “A BRK ressalta o compromisso assumido de finalizar suas ações no menor prazo possível, mantendo premissas de planejamento e etapas técnicas necessárias à qualidade e segurança da solução aplicada, incluindo projeto de engenharia e autorizações necessárias”, finaliza.

Mais em Dia a Dia: