A sessão ordinária na Câmara Municipal, nessa segunda-feira (19), foi bastante diferente dos trabalhos das últimas duas semanas. Sem bate-boca e mais curta, a sessão teve como destaque novas cobranças dos vereadores por ações no asfalto de Rio Claro. Os parlamentares destacaram, mais uma vez, a necessidade de a Prefeitura atender aos bairros das regiões periféricas para levar recapeamento ou pavimentação.

O vereador Sivaldo Faísca (União Brasil) levantou o debate defendendo obras no Boa Vista e Santa Maria. Inclusive, durante a própria sessão, Rafael Andreeta (sem partido) ligou em plenário para o secretário municipal de Obras, Valdir Oliveira Junior, para questionar quando esses bairros receberão as melhorias. Segundo informou o titular da pasta, os trabalhos estão previstos para se iniciar na primeira semana de outubro.

Novamente os fatos envolvendo o microrrevestimento na região central, como até o momento na Rua 1 – onde será refeito, segundo a Prefeitura – e na Rua 2, foram citados como exemplos de trechos que não precisariam, de acordo com os vereadores, de ações neste momento, mas sim os bairros periféricos. Cabe lembrar que o programa Rio Claro em Ação, que viabiliza essas melhorias, consta com previsão de o microrrevestimento ser aplicado desde a Rua 1 até a Rua 9, desde a Avenida 5 até a Avenida 29.

Outros vereadores também trouxeram o tema ao plenário, como Irander Augusto (Republicanos), Paulo Guedes (PSDB), Moisés Marques (PP), Adriano La Torre (PP) e Luciano Bonsucesso (PL). Nessa segunda-feira (19), pela manhã, o secretário Valdir Oliveira Junior falou à Rádio Jovem Pan News Rio Claro, do Grupo JC de Comunicação, sobre essas obras que estão sendo realizadas na cidade e geraram queixas por parte da população nas últimas semanas. Sobre a Rua 1, Valdir lembrou que houve uma sucessão de problemas que acarretaram nas críticas. Ele ressaltou que o serviço será refeito sem custos ao município pela empresa contratada.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Política:

Mais de 28 mil títulos de eleitores estão cancelados em Rio Claro

Trem Intercidades entre SP e Campinas será o mais rápido do Brasil