Depois de passar 17 rodadas no G-8, o Velo Clube terminou a série A-2 deste ano em 10º lugar

Matheus Pezzotti

Depois de passar 17 rodadas no G-8, o Velo Clube terminou a série A-2 deste ano em 10º lugar
Depois de passar 17 rodadas no G-8, o Velo Clube terminou a série A-2 deste ano em 10º lugar

Depois de confirmar, na semana passada, que disputaria a Copa Paulista, na terça-feira (19), o clube desistiu de participar da competição. De acordo com o presidente do Conselho do Rubro-Verde, João Cerri, o motivo é a falta de parceiros para ajudar no pagamento das despesas.

“O que fez a gente desistir da Copa Paulista é que procuramos vários parceiros, que demonstraram interesse, mas na hora de fechar a parceria mudaram a conversa e desistiram. O [diretor de futebol] João Marcondelli colocaria alguns jogadores dele e o parceiro complementaria, também ajudando no custo da comissão técnica, viagens, hospedagens, funcionários da cozinha e outros jogadores. Sem essa parceria, isso extrapola um pouco do que o Velo pretendia gastar”, explica.

Com isso, o clube vai liberar os atletas visando retornar com o futebol no mês de novembro. Até lá, pagará os salários dos jogadores e funcionários e vai fazer a manutenção do estádio Benitão.

“A gente queria muito disputar a Copa Paulista para tentar a vaga na série D do Brasileiro, testar jogadores para a série A-2, mas não conseguimos viabilizar. É frustrante, mas não adianta endividar o clube para disputar essa competição. Como não há cota da Federação para essa competição, não há respiro financeiro. Você acaba de pagar a série A-2 e já começam os custos da Copa Paulista”, acrescenta.

Também na terça-feira, os dirigentes se reuniram com o técnico Luís dos Reis e seu auxiliar, Carlos Eduardo Parreira, para comunicar a desistência, mas que o treinador é prioridade para a disputa da série A-2 de 2017.

“Com o término da A-2 deste ano, o vínculo dele [Luís dos Reis] se encerrou no Velo, está livre para o segundo semestre e, se em novembro estiver sem clube ou proposta, voltaremos a conversar”, finaliza Cerri.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Esportes:

Zé Boquinha, um ídolo rio-clarense