Imagem de arquivo.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHARESS) – O Ministério da Saúde assinou um aditivo para mais 750 mil doses do imunizante do Instituto Butantan contra a Covid-19. Segundo a pasta, um novo contrato deve ser assinado nos próximos dias, totalizando 2,6 milhões de doses da Coronavac. As vacinas serão utilizadas para dar sequência à imunização de crianças de 3 a 11 anos.

SECRETÁRIA CITOU DESABASTECIMENTO DE VACINAS INFANTIS
“Recebemos o ministério com desabastecimento de vacinas pediátricas. Vamos tentar negociar melhor, mas a previsão de chegada é no final de janeiro”, afirmou Ethel Maciel, secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente.

A confirmação foi feita em entrevista coletiva nesta sexta-feira (6). Ela também disse que o Ministério da Saúde negocia antecipar a chegada de novas doses da Pfizer até o final de janeiro. As vacinas aguardadas são referentes a um contrato já assinado pela gestão anterior pelo governo Jair Bolsonaro (PL). Segundo a secretaria, a pasta tenta antecipar a chegada de: 3,2 milhões de doses para crianças 6 meses a 4 anos; e cerca de 4,5 milhões de doses para crianças de 5 a 11 anos.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 135 milhões

Velo Clube recebe o Oeste pelo Paulistão