Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Foto: Arquivo JC.

Não há registros de chikungunya, zika vírus e febre amarela

Rio Claro confirmou nesta semana quatro novos casos de dengue, conforme boletim divulgado nesta quinta-feira (13) pela Fundação Municipal de Saúde. Neste ano são 660 casos. O município não tem casos neste ano de chikungunya, zika vírus e febre amarela, doenças também transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Ações preventivas são realizadas pela Fundação Municipal de Saúde em toda a cidade. O trabalho inclui visitas casa a casa, nebulização e vistorias em pontos estratégicos. A comunidade também deve fazer a sua parte e é preciso redobrar os cuidados no combate ao mosquito transmissor.

O Aedes aegypti se reproduz em água parada. Por isso é essencial eliminar os recipientes e manter os quintais sempre em ordem, além de descartar corretamente os materiais.

Mais em Dia a Dia:

Um serviço mais que essencial

Trecho da Avenida 1 terá interdição nesta segunda (17)