O município de Rio Claro realiza neste mês a exposição Fronteiras do Baú, que poderá ser visitada do dia 13 ao 27, no Museu Histórico e Pedagógico Amador Bueno da Veiga.

A exposição, que mostra à sociedade a importância do negro na história e na diversidade cultural, é promovida pelas secretarias municipais da Cultura e da Educação e Assessoria dos Direitos Raciais, tendo como curadores e colecionadores Vanderlan Fabiano G. da Costa e Carmelita Maria da Silva.

A exposição será aberta na noite de segunda-feira (12), às 20 horas, e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira das 9 às 12 e das 14 às 17 horas.

A exposição Fronteiras do Baú conta com mais de duas mil peças entre fotografias, selos, cédulas, moedas, gravuras, revistas, quadros, reportagens antigas, documentos históricos e desenhos, entre outros itens. Através deste acervo é relatada a história dos negros de todo o mundo. As peças vêm de diversos locais, inclusive da África.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Nove estados anunciam Lei Seca para domingo

Aneel mantém bandeira tarifária verde para outubro