Rio Claro perde a classificação no pênaltis para o Sto André

525

De baixo de uma forte chuva o Rio Claro Futebol Clube recebeu o Santo André no estádio Schmidtão na noite deste sábado(6), pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-2. No jogo de ida o Galo Azul havia vencido por 1 a 0 e jogava pelo empate para avançar.

Com o gramado encharcado e com poças que atrapalhavam os dois times a partida se tornou truncada e com poucas jogadas trabalhadas.

A primeira boa chance da partida foi do Ramalhão com o volante Cristian que chutou prensando obrigando o goleiro Murilo a fazer boa defesa. Na cobrança do escanteio após bate e rebate Ruan tocou pro fundo do gol abrindo o placar para o Santo André, 1 a 0.

Aos 35 minutos o Galo Azul quase empatou em bola que sobrou para o zagueiro Fernando que na grande área chutou e a bola passou perto.

O Ramalhão não perdoou a segunda chance que teve e em bela jogada pela lado direto, após cruzamento Cristian desviou e marcou o segundo do Ramalhão, 2 a 0.

No segundo tempo o Galo Azul foi em busca do gol que levaria a partida para os pênaltis. O jogo ficou dramático e o Galo Azul reclamou de uma bola que teria entrado, após chute de Edson Reis que o zagueiro tirou.

Após cruzamento Fernando cabeceou e a bola explodiu na trave, no rebote Edson Reis tocou por cima do gol.

O Galo Azul tentava de todas as maneiras o gol, mas esbarrava na falta de criatividade de seu ataque.

O Ramalhão se defendeu como pode e apenas esperou o tempo passar para comemora a classificação para as semifinal da Série A-2.

Mas, como diria o velho ditado do futebol o jogo “só termina quando o juiz apita” e aos 49 minutos, Salustiano sofreu falta na entrada da grande área. Em jodada ensaiada a bola foi ajeitada por Vítor Braga e Roger Bernardo de perna direita, colocou forte no canto direito fazendo o gol que levou a decisão da vaga para os pênaltis.

Pênaltis

O Rio Claro abriu a série com Roger Bernardo que bateu e marcou para o Azulão. O primeiro batedor do Santo André foi o zagueiro Ícaro que bateu e converteu. O segundo batedor do Azulão foi Franco que com tranquilidade fez o gol. A segunda cobrança do Ramalhão foi de Ruan que também marcou. Elton abriu a terceira cobrança colocando no canto alto e fazendo o gol pro Galo Azul. Garré bateu para o Santo André com tranquilidade e empatou, 3 a 3. Vítor Braga bateu o quarto pênalti e marcou para o Azulão. Vítor Sapo pela Ramalhão bateu e empatou. A quinta cobrança do Azulão foi batida por Salustiano que o goleiro Tomazela defendeu. Jobinho tinha nos pés a chance de classificar o Santo André e não desperdiçou batendo alto no canto de Murilo classificando o time para a semifinal.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: