O município de Rio Claro se destacou em quatro de seis setores das 100 melhores cidades para se fazer negócios no Brasil. O ranking, publicado pela Urban Systems e revista Exame, tem o intuito de mapear cidades atrativas para negócios. O levantamento foi divulgado nessa quinta-feira (15) e busca auxiliar investidores e empreendedores para direcionar investimentos e negócios nos municípios que pontuaram no ranking, além de trazer ao setor público, principalmente o municipal, direcionamentos para questões a que devem se atentar para auxiliar na atração de negócios.

O índice contempla os seguintes eixos: Comércio, Serviços, Indústria, Educação, Mercado Imobiliário e Agropecuária. Dentro de cada um, mais de 60 indicadores são analisados e ponderados para se avaliarem as condições que tornam as cidades atrativas para investidores e desenvolvimento de novos negócios. No setor investigado, ponderam-se questões que podem impactar a cada um deles, como evolução do setor, oferta concorrente, impacto da pandemia no setor, vacinação contra Covid-19, demanda e/ou crescimento da demanda e infraestrutura complementar.

A cidade de Rio Claro aparece em quatro pontuações entre as 100 melhores para cada eixo. Em Comércio, atingiu a 75ª colocação. No mesmo ranking, no ano passado, o município não havia ficado entre os 100 melhores. Neste segmento, destacam-se o crescimento dos estabelecimentos atacadistas, bem como o saldo de empregos no setor e em comércios varejistas.

Em Indústria, Rio Claro subiu no eixo da 42ª posição em 2021 para a 38ª colocação. Houve, segundo o ranking, crescimento nos estabelecimentos industriais de transformação, além da renda dos trabalhadores do setor e também alta de empregos na indústria em comparação com o total da cidade. A localização e a distância de aeroportos, portos e rodovias também são levadas em consideração.

Em Educação, o município surge na 70ª colocação após não ter pontuado no ano passado. Em 2022, houve crescimento nas matrículas da educação básica pública e privada, assim como retração na queda de matrículas no ensino superior. Já em Agropecuária, Rio Claro caiu da posição 43ª em 2021 para a 60ª este ano. Ainda figurando entre as 100 melhores do eixo no País, há destaque para crescimento de lavouras temporárias, alta produtividade rentável em lavouras permanentes e temporárias e crescimento da produção pecuária. Porém, houve perdas de empregos com média e alta remunerações e queda de exportações.

Nos eixos Serviços, Rio Claro havia ficado no 82º lugar em 2021, mas ficou de fora do top 100 este ano. Assim como em Mercado Imobiliário, que no ano passado esteve na 94ª colocação. Alguns municípios da região que também se destacaram no levantamento: no eixo Comércio, aparecem entre as 100 melhores cidades São Carlos (51ª colocação), Piracicaba (63ª), Araraquara (67ª), Leme (76ª) e Araras (90ª). No eixo Serviços, São Carlos (37ª), Piracicaba (72ª) e Araras (93ª). No eixo Indústria, as cidades de Limeira (9ª), Piracicaba (10ª), Leme (69ª), São Carlos (70ª), Araras (77ª) e Araraquara (94ª).

O eixo Educação conta com os municípios da região: Piracicaba (29ª), São Carlos (79ª) e Limeira (97ª). No eixo Mercado Imobiliário: Limeira (55ª) e Piracicaba (97ª). Por fim, no eixo Agropecuária: Leme (10ª), Limeira (55ª) e Piracicaba (68ª). O Estudo das Melhores Cidades para Fazer Negócios é elaborado desde 2014 em edições anuais pela Urban Systems.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Política:

Maioria do eleitorado de Rio Claro possui ensino médio completo

Confirmada visita de Bolsonaro a Piracicaba neste sábado