Rio Claro exibe filmes da Mostra Livre de Cinema

Rio Claro exibe filmes da Mostra Livre de Cinema/ Imagem – Divulgação – Filme Super-heróis

A sexta Mostra Livre de Cinema é um festival internacional de filmes de curta e longa metragens, realizado em diversas cidades do estado de São Paulo. Rio Claro faz parte dessa rota cultural e receberá na quinta-feira (27) os filmes da categoria “Infantil”, a partir das 15 horas, e “Cinema Negro”, a partir das 18 horas, em sessões no cinema do Centro Cultural (Rua 2, 2880, vila Operária, junto ao Lago Azul). O evento conta com parceria da prefeitura, por intermédio da Secretaria de Cultura.

O projeto é realizado pelo governo do estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, com produção da Frame7 Cinema. O objetivo é evidenciar a crescente produção independente do cinema nacional e internacional, feita na maioria das vezes sem patrocínios ou uso de verbas públicas. O evento também contará com diversas atividades que promovem o desenvolvimento do mercado audiovisual, economia criativa, fomento de público e difusão do cinema brasileiro. Toda a programação é gratuita.

Programação

15h – Mostra Infantil

Super-heróis. Direção: Rafael Andrade – Brasil. Super-heróis famosos cuidam dos problemas dos adultos, mas as crianças também têm seus super-heróis, sempre prontos para ajudar a resolver seus dilemas. Os heróis anônimos podem estar mais próximos do que pensamos e, neste filme divertido, eles serão levados de volta.

Comedores de sonhos. Direção: Mike da Silva Wanderroscky – Brasil. O curta-metragem conta a história de duas criaturas que precisam comer sonhos de crianças humanas. O enredo se desdobra com um “pai comedor de sonhos” ensinando a seu filho as técnicas para comer um sonho pela primeira vez. Eles entram nos quartos das crianças tentando fazer um lanche, mas algo misterioso acontece e muda o futuro de todos.

Sonhos da Isah: o livro mágico. Direção: João Ricardo Costa – Brasil. Isah está desanimada, recordando a nota baixa que recebeu na avaliação e, nesse instante, surge o seu pai no interior do livro escolar e a convida para viagem com destino a uma rota educacional. Isah, Dinorah e Robobo se unem ao papai nesta aventura pedagógica.

Ewé de Òsányìn: o segredo das folhas. Direção: Pâmela Peregrino – Brasil. Uma criança nasce com folhas em seu corpo e sua mãe busca a cura. Na escola, porém, as outras crianças a discriminam e ela foge para mata! na caatinga, encontra seres encantados de tradições indígenas e negras e caminha numa aventura de autoconhecimento. Sua busca a leva até Òsányìn, o orisà das folhas, que apresenta o poder das plantas e a importância da preservação ambiental.

A incrível aventura das sonhadoras crianças contra Lixeira Furada e Capitão Sujeira. Direção: Beatriz Ohana – Brasil. Quando o lixo só cresce e os adultos não se dão conta do problema, João Pedro, Sophia e as crianças do QG dos Sonhadores entram em ação para derrotar os inimigos do bairro: o atrapalhado Lixeira Furada e seu comparsa, Capitão Sujeira. Uma aventura repleta de imaginação e fantasia, que apresenta o olhar de crianças sobre o lugar em que vivem.

18h – Mostra Cinema Negro

Mergulho. Direção: Marton Olympio e Anderson Jesus – Brasil. Enquanto se preparam para um fim de semana na praia, os sentimentos de toda uma família são confrontados com o retorno de seu filho mais velho, que está ausente há dez anos. Mesmo não intencionalmente, eles são chamados a mergulhar em suas próprias emoções.

Nossos passos seguirão os seus. Direção: Uilton Oliveira – Brasil. Apagado da história oficial do movimento operário brasileiro, Domingos Passos, um feroz militante anarquista, deixa as sombras para a eternidade…

Entre o passado. Direção: Larissa Estevam – Brasil. A chegada inesperada de Conceição no dia do funeral de Dona Aparecida causa desconforto às pessoas presentes, especialmente Anderson, o neto do falecido. A partir desta reunião de mãe e filho no velório, ambos revisitam o passado e a dor de velhas tristezas.

Sua majestade o passinho. Direção: Mannu Costa e Carol Correia – Brasil. Entre os morros e vielas da periferia de Recife ecoam os gritos das crianças, música gospel, canções de orixás e batidas de brega funk. E é no ritmo do “passinho” que os jovens da periferia estão transformando o cenário artístico da cidade e se fazendo conhecer nas redes e no mundo. Uma canção, uma dança. Uma cultura atravessada por questões sociais, econômicas e de gênero.

Nó na garganta. Direção: Vitor Reis – Brasil. Tomás tem se fixado em Mariana desde criança, quando começou a colar fotos dela em um álbum de adesivos que escondeu consigo mesmo. Quando adolescente, seu álbum é exposto à Mariana por seu colega Gabriel em um momento humilhante e violento, com o qual Mariana concorda. Este corte criado no passado se estende no tempo, como um fio que marca o destino de um menino, deixando um caroço permanente na garganta. Até que ele decide reencontrar seus colegas e mostrar como se sentiu.

Mais informações sobre a mostra de cinema podem ser encontradas no site: www.mostralivre.com.br.

Mais em Dia a Dia: