Rio-clarense integra Salão de Aquarelas

213

Adriel Arvolea

O Gavião-belo é encontrado do México a Argentina e por quase todo o Brasil, em pântanos, banhados, campos inundados e manguezais. A espécie mede cerca de 50 centímetros de comprimento, com plumagem ferrugínea, cabeça branca, papo manchado, primárias e retrizes negras.

A espécie faz jus ao nome que recebe, por tamanha beleza e imponência. E cada detalhe da ave foi retratado pelo aquarelista Sebastião Luiz Miotto, no quadro ‘Formoso’. A obra foi selecionada para o III Salão de Aquarelas de Piracicaba.

Esta é a segunda vez que Miotto participa do Salão. Em 2016, expôs dois quadros, de uma série sobre pássaros. Já neste ano, um de quatro trabalhos inscritos integra a exposição.

“O Salão está competitivo, com trabalhos de altíssimo nível e qualidade. É um prazer fazer parte dos selecionados”.

A natureza é uma das fontes de inspiração para o seu trabalho. “Vou em pescarias e aproveito para fotografar pássaros. Eles servem de estímulo para as minhas obras”, comenta.

A técnica empregada no quadro ‘Formoso’ é a aquarela, técnica de pintura na qual os pigmentos se encontram suspensos ou dissolvidos em água. Ela tem sido aprimorada por Miotto desde 1995. “Sempre aprimorando e adicionando conhecimento às produções”, afirma.

Aos interessados, Miotto reforça o convite para prestigiarem o Salão de Aquarelas. “Se puderem, convido todos os amigos para uma visita à Pinacoteca. Reafirmo que vale a pena”, conclui.

Salão de Aquarelas

É promovido pela Prefeitura por meio da Secretaria da Ação Cultural e Pinacoteca Municipal ‘Miguel Dutra’, local da exposição. Fica aberto ao público nos dias úteis, das 8h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 18h, até 29 de abril. Endereço: Rua Moraes Barros, 233, Centro, Piracicaba.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: