Um grupo de motoristas de aplicativo que atuam em Rio Claro realizou na tarde de hoje, terça-feira (23), uma carreata para chamar a atenção sobre dificuldades que vem enfrentando para exercer a profissão.

Desde quando o serviço passou a ser ofertado à população de Rio Claro, isso há dois anos mais ou menos, não teve aumento nas tarifas. Hoje uma tarifa mínima para um passageiro é R$ 5,00 e sobra para o motorista R$ 3,75. O litro de etanol está R$ 3,50. Eles alegam que estão pagando para trabalhar. A ideia é que as plataformas reconheçam que essa conta precisa ser equilibrada.

Um outro ponto que também foi colocado pelos motoristas foi a necessidade do reconhecimento e apoio por parte da administração municipal já que o serviço ofertado para a população é considerado por eles essencial já que transportam por dia quase 20 mil pessoas – número, segundo a categoria, muito superior que o transporte público.

Mais em Dia a Dia: