Empresa afirma que estudantes depredaram veículo. Prejuízo é de ao menos R$ 7 mil.

A empresa Rápido SP, responsável pelo transporte público coletivo em Rio Claro, voltou a registrar boletim de ocorrência devido a problema envolvendo uma das linhas utilizadas por alunos da rede estadual de ensino.

Nessa quinta-feira (16), segundo informou à reportagem do Jornal Cidade, alunos teriam depredado, rasgado e quebrado o interior de um dos veículos que fazem a linha Bonsucesso e Novo Wenzel, que é usada por estudantes da Escola Estadual Prof. “Odilon Corrêa”.

O fato foi registrado no horário do almoço de ontem, mas que o problema já é recorrente. Na ocorrência dessa quinta-feira, vários bancos tiveram a tapeçaria rasgada e espuma retirada, bem como pichação no interior do veículo e botões de solicitação de parada quebrados. O prejuízo calculado pela empresa é de cerca de R$ 7 mil para recuperação dos danos.

Imagem da capa na íntegra.

Não é a primeira vez que problemas desta natureza são registrados. A mesma linha sofreu com depredação em julho do ano passado, quando alunos arrancaram uma janela inteira, que normalmente só seria retirada em caso de emergência. A queda da janela, com vidros quebrados, pôs em risco os próprios alunos.

Na época, boletim de ocorrência também foi registrado. Na oportunidade, a Prefeitura entrou em contato com a Diretoria Regional de Ensino e com a Secretaria de Mobilidade Urbana para buscar uma solução para a situação, que é exclusiva daquele estabelecimento de ensino (Odilon).

Mais em Segurança:

SSP: divulgadas as estatísticas do mês de janeiro em Rio Claro

GCMs de Rio Claro participam de estágio operacional policial

POLÍCIA: cadáver é localizado pela PM em lago de Santa Gertrudes