Queimadas e clima seco aumentam a chance de incêndios e em consequência o risco maior de acidentes na pista. Foto: Divulgação

Durante os meses de maio, junho, julho e agosto, o estado de São Paulo passa por períodos mais críticos de estiagem

Com o aumento dos dias secos, a queda no nível da umidade no ar e do solo provocam um crescimento no risco de incêndios as margens das rodovias, fazendo com que a fumaça acabe invadindo as estradas, reduzindo a visibilidade dos motoristas e provocando risco a segurança.

Para conscientizar os usuários e evitar que isso aconteça, a AB Colinas, concessionária do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, orienta todos que trafegam pelas rodovias sobre como agir para não provocar queimadas e como atuar se avistar um incêndio e mata próximo da pista.

Para evitar que queimadas ocorram na mata que fica ao lado das rodovias, o usuário jamais deve atear fogo (seja diretamente no mato ou em lixos), jogar bitucas de cigarro ou soltar balões. Todas essas situações estão entre as causas dos focos de incêndio que acontecem nas proximidades das estradas.

Caso o usuário esteja trafegando e seja surpreendido por uma queimada onde a fumaça adentre a pista, é muito importante reduzir a velocidade, fechar os vidros do veículo, manter distância segura do veículo à frente e posicionar o sistema de ventilação na posição recircular. Também é muito importante não parar o veículo na pista e nem ligar o pisca alerta em movimento.

Quando avistar uma queimada, o usuário deve, imediatamente, comunicar a concessionária pelo 0800 703 5080 ou pelos call box (telefones de emergência instalados ao longo das rodovias) ou o Corpo de Bombeiros pelo número 193. Ao ser comunicada a AB Colinas aciona o Corpo de Bombeiros do município atingido e a Polícia Militar Rodoviária, além de deslocar seus próprios recursos para combater o fogo e realizar a sinalização adequada da rodovia.

Mais em Dia a Dia:

Sobrevivente de Orpinelli refaz a vida e lança projeto

Chega às bancas a nova JC Magazine