Dois homens que praticaram discriminação e preconceito de raça contra o cliente de um supermercado em Limeira foram denunciados nesta terça-feira (29) pela Promotoria de Justiça local. No dia 6 de agosto de 2021, um funcionário do estabelecimento e um segurança terceirizado abordaram um homem negro questionando se ele tinha escondido produtos sob as roupas.

De acordo com a promotora de Justiça Florenci Cassab Milani, os denunciados agiram sem que qualquer acompanhamento prévio tivesse sido feito pelo setor de vigilância com câmeras, eventualmente indicando a real possibilidade da prática de conduta ilícita pelo consumidor. Ainda assim, a vítima foi seguida, abordada e indevidamente revistada. Abalado com o ocorrido, o homem entrou em desespero, tirando todas as vestes e ficando apenas de roupa íntima, em situação vexatória e humilhante presenciada por outros clientes.

Para Florenci, os funcionários apresentaram conduta que vai contra as orientações recebidas em cursos de formação. “Tal atuação dos denunciados, contrária aos cursos e orientações da empregadora, somente ocorreu porque os seguranças/denunciados entenderam que poderiam assim proceder deliberadamente com um homem negro, de aparência humilde, andando sozinho no interior do estabelecimento, evidenciando o mais clássico racismo estrutural”, diz a denúncia.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

“Dengue 100 Dúvidas” é lançado pelo Governo de SP

Idoso desaparecido em Anápolis (GO) é localizado em Rio Claro

Escola infantil Vô Chico promove caminhada contra a dengue