SÃO PAULO, SP, 09.03.2023 – DESABAMENTO-SP: Vista aérea do Osasco Plaza Shopping, no centro de Osasco, na Grande São Paulo, onde ocorreu a queda de uma laje do estacionamento dentro do local na quarta-feira (8). (Foto: Ronaldo Silva/Photo Press/Folhapress)

CLAUDINEI QUEIROZ (SÃO PAULO, SP, FOLHAPRESS)

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), usou as redes sociais para informar que havia acabado de cassar o alvará de funcionamento do Osasco Plaza Shopping, onde parte do teto de um corredor ao lado da praça de alimentação desabou por volta das 14h30 desta quarta (8).
Logo depois do incidente, Lins foi até o local e publicou nas redes sociais uma nota informando sua decisão.

“Estamos no Osasco Plaza Shopping, aparentemente sem vítimas, graças a Deus! Shopping TOTALMENTE INTERDITADO, alvará CASSADO! Defesa Civil, GCM, SAMU, CREA-SP, Polícia Científica, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Militar acompanharam todos os passos. Exigimos um laudo técnico integral de toda a estrutura do prédio! Todas as medidas cabíveis e necessárias serão tomadas pela Prefeitura!”, publicou o prefeito, que não deu prazo para a reabertura do estabelecimento.

“A segurança dos funcionários e dos consumidores está em primeiro lugar. Só iremos liberar a documentação após a constatação da ausência de riscos. O shopping ficará totalmente interditado”, completou.

Em nota, a Prefeitura de Osasco informou que a laje, construída há 10 anos para fechar uma claraboia, desabou, levando com ela cinco veículos que estavam na área de estacionamento, no piso superior. De acordo com os bombeiros, o espaço estava em obras para ampliação, mas a estrutura não aguentou. Não houve feridos.

A prefeitura informou que o shopping está com a documentação correta e também com o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) em dia.

A administração também explicou que a perícia técnica da Polícia Civil vai apurar as causas do acidente na manhã de quinta-feira (9). Após a perícia, a equipe técnica da Defesa Civil e funcionários do Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) avaliarão as condições da construção após o desabamento.

Mais em Segurança:

Idoso é atropelado e não resiste