A Polícia Civil de Santa Gertrudes esclareceu a autoria do homicídio que vitimou Marcos Antonio Correa, de 44 anos, no final do mês de abril deste ano. O corpo de Correa foi encontrado carbonizado na Estrada do São Bento, área rural de Santa Gertrudes. A vítima era conhecida como Magoo.

Após um longo trabalho de investigação, as autoridades chegaram a uma jovem de 17 anos que, ao ser chamada para depor, assumiu a autoria do crime e afirmou tê-lo cometido juntamente com seu então namorado, na época, um homem de 29 anos.

De acordo com o relato, a jovem e seu namorado realizavam tráfico de drogas e a vítima – que era usuária, também comercializava entorpecente para o casal, que o pagava com a mercadoria.

Em um certo dia, o entorpecente que era vendido pelo casal desapareceu e ambos receberam a informação de que Magoo teria tomado posse e feito o uso.

No intuito de solucionar a situação, a jovem e o namorado teriam procurado Correa e o convidado para um jantar em casa, o mesmo aceitou e, chegando ao local, a jovem teria colocado um remédio em sua bebida. Após passar mal, a vítima teria se deitado na cama e foi quando o casal o atacou com golpes de martelo.

A dupla ainda teria enrolado o corpo de Correa em um tapete, preso com arames, levado para Estrada do São Bento e ateado fogo por duas vezes. A jovem foi apreendida e o namorado ainda será ouvido sobre o crime, mas está detido por roubo a estabelecimento comercial.

Inquérito

O inquérito está em fase final, segundo a Polícia Civil. Santa Gertrudes já registrou, no ano de 2022, três homicídios.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Concluída 1ª etapa da obra na rotatória da Avenida 32

10º Baep realiza treinamento de ‘atirador designado’