No último dia do ano, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro, com apoio da Polícia Militar, atendeu à 27ª ocorrência de homicídio em 2023. Paulo Henrique Araújo Barbosa, de 24 anos, foi executado com três disparos no tórax e barriga à 01h05, na Avenida M-45, bairro São José, região norte, no Grande Cervezão. A autoria do crime permanece desconhecida. Segundo o boletim de ocorrência, o autor roubou o celular e o cartão bancário em nome da mãe da vítima. O cartão roubado foi utilizado em um comércio próximo ao local do assassinato, à 01h10. A mãe da vítima suspeita de um acerto de contas, já que a região é conhecida como ponto de venda de drogas.

No bairro Jardim Novo Wenzel, região oeste de Rio Claro, um procurado de 35 anos, por tráfico de drogas e lesão corporal, foi capturado pela Polícia Militar no dia 28 de dezembro. O capturado possui mandado de prisão de 6 anos e 15 dias no regime semiaberto pelos artigos 33 (tráfico de drogas) e 129 (lesão corporal) do Código Penal.

Um roubo contra transeunte ocorreu às 20h00 no dia 27 de dezembro na Rua 3, no Jardim Público central de Rio Claro. A vítima, um homem de 46 anos, relatou que, sob efeito de álcool, desmaiou e, ao acordar, deparou-se com três agressores que apertavam seu pescoço, levando seu celular e dois cartões bancários. A ocorrência foi registrada na delegacia, no plantão policial, no dia 28 de dezembro.

No primeiro dia de janeiro, um flagrante de embriaguez ao volante seguido de resistência, desacato e lesão corporal foi registrado às 03h40 na Avenida Brasil, em frente a uma empresa no Distrito Industrial. O acusado, de 37 anos, detido pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro, conduzia um Renault Scenic preto, placas de Ipeúna-SP, e foi acusado de colidir seu carro e agredir os guardas.

Também no primeiro dia de janeiro, um flagrante de importunação sexual foi registrado à 01h05 em uma chácara em Corumbataí, região de Rio Claro. O acusado, de 32 anos, foi detido pela Polícia Militar. Duas vítimas, uma jovem de 18 anos e uma menor de 15 anos, foram tocadas sem consentimento durante uma festa de Ano Novo, resultando na agressão do acusado por populares próximos ao local.

Mais em Segurança:

POLÍCIA: 21 metros de fios e cabos são furtados em Rio Claro

Autônomo sofre acidente ao cair em boca de lobo em Rio Claro