Folhapress

Um peixe-lua gigante se tornou o maior já registrado e pode ser o peixe ósseo mais pesado do mundo, segundo pesquisadores. O animal foi encontrado morto flutuando no centro do Atlântico Norte, próximo ao arquipélago dos Açores, em Portugal, pesando 2.744 quilos.

O peixe de quase 3 toneladas é estudado por especialistas da Associação Naturalista do Atlântico e da Universidade dos Açores, em Portugal, para dados biométricos e morfológicos. A descoberta aconteceu em dezembro do ano passado, mas foram divulgados apenas agora, no Journal of Fish Biology.

A carcaça da espécie é 400 quilos mais pesada do que o recordista mundial anterior, um peixe-lua fêmea de 2.300 quilos, capturado em Kamogawa, no Japão, em 1996. Existem cerca de 29 mil espécies de peixes ósseos e o peixe-lua (Mola alexandrini) é uma delas.

José Nuno Gomes-Pereira, pesquisador e principal autor do artigo, afirmou que a espécie pode chegar a este tamanho. “Finalmente conseguimos pesar e medir um. Há mais desses monstros por aí”, acrescentou, em entrevista ao jornal The New York Times.

O peixe gigante foi enterrado no Parque Natural da Ilha do Faial. O pesquisador afirmou a CNN que a descoberta do animal mostra que os oceanos ainda estão saudáveis para sustentar espécies mais pesadas existentes. “Mas é um alerta para mais conservação em termos de poluição e tráfego de barcos perto das ilhas oceânicas.”

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

“Dengue 100 Dúvidas” é lançado pelo Governo de SP

Idoso desaparecido em Anápolis (GO) é localizado em Rio Claro

Escola infantil Vô Chico promove caminhada contra a dengue