A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro realizou na sexta-feira (4) o 1° Encontro de pacientes ostomizados do município. A atividade foi organizada pelo Centro de Especialidades e Apoio Diagnóstico (Cead) e contou com participação da empresa Convatec, que é focada em soluções para gerenciamento de condições de saúde crônicas. A ostomia é uma intervenção cirúrgica que faz no corpo uma abertura ou caminho alternativo externo para a saída de fezes ou urina.

O Cead conta com ambulatório de ostomia, onde atualmente são atendidos 134 pacientes do município. Estas pessoas recebem insumos mensalmente e realizam o acompanhamento com a equipe multidisciplinar, composta por enfermeiro, assistente social, psicóloga, nutricionista e especialistas médicos.

O objetivo da ação realizada na sexta-feira foi promover a interação com a troca de experiências entre os pacientes portadores de ostomias e seus familiares, despertando a consciência de que a ostomia é recurso para continuidade da vida. “Assim, incentivamos e promovemos ação coletiva para reabilitação biopsicossocial do ostomizado, proporcionando o conhecimento para melhoria da sua qualidade de vida”, destaca a enfermeira Maisa de Almeida, responsável pelo ambulatório de ostomia. Durante a atividade, os pacientes receberam informações sobre cuidados à saúde e também dos direitos legais do ostomizado.

“Por meio da informação, buscamos reduzir o preconceito com a deficiência e consequentes limitações impostas aos pacientes que fizeram ostomia”, destaca Debora Mota Tavares, que coordena o setor de Especialidades da Fundação de Saúde.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Gustavo entrega nova escola com 188 vagas para crianças

Falecimentos: confira a necrologia de 29/02/2024