Folhapress

Um suboficial da Aeronáutica foi morto a tiros dentro de um carro quando estava a caminho do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, na madrugada dessa segunda-feira (7). Ricardo Mendes de Sena, 48, saiu de Louveira, também no interior de São Paulo, para pegar um voo até Brasília, onde trabalhava.

Até o momento, segundo a emissora EPTV, a Polícia Civil não identificou suspeitos. A esposa do motorista que transportava Ricardo, contratado para a viagem particular um dia antes do crime, afirmou que um segundo veículo parou ao lado do carro das vítimas, por volta das 4h30, disparando pelo menos seis tiros.

Ricardo foi baleado na nuca. Já o motorista, que não foi identificado, foi atingido de raspão no rosto. A Polícia Militar informou à afiliada da TV Globo que os suspeitos desceram do carro após os tiros e levaram uma maleta e um celular que estavam com o militar.

Mesmo ferido, o motorista que transportava Ricardo conseguiu dirigir até a base da Polícia Militar em Viracopos para pedir ajuda. A mulher do homem ferido afirmou que recebeu a notícia do incidente pela polícia.

“Ele foi contratado ontem pelo passageiro na parte da tarde, para ser buscado às 2h30 em Louveira. Quem me informou (sobre o crime) foram os PMs, que me acordaram dizendo que ele tinha sofrido esse assalto, que chegaram atirando, que meu esposo estava bem, mas que infelizmente o passageiro veio a óbito”, declarou à TV local Liliane Cristine Machado, mulher do motorista, que já está fora de perigo.

O carro alvejado já foi entregue à família do motorista após passar por perícia. A Polícia Civil e a Polícia Militar não deram informações sobre o que estaria dentro da maleta levada pelos suspeitos.

O caso ficará a cargo da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e inicialmente é tratado como latrocínio -roubo seguido de morte.

À reportagem, a FAB (Força Aérea Brasileira) lamentou a morte de Ricardo, que era efetivo da Base Aérea de Brasília. “A Instituição expressa suas condolências e presta todo o apoio à família do militar nesse momento de pesar. A FAB acompanha a elucidação dos fatos e colabora com as investigações do ocorrido”, concluiu o comunicado.

A Escola de Música da UFBA (Universidade Federal da Bahia) também emitiu uma nota de pesar sobre a morte do homem, que se formou na instituição em 2009, antes de fazer a mudança para a carreira militar.

“É com pesar que a Escola de Música da UFBA recebe a notícia do falecimento do nosso ex-aluno Ricardo Mendes de Sena. (…) Tubista e suboficial da Aeronáutica, Ricardo foi vinculado ao curso de Instrumento da Emus, onde se graduou em 2009, deixando amigos e colegas em sua trajetória. Em nome de toda a comunidade da Emus, enviamos os nossos sentimentos à família e aos amigos de Ricardo, na esperança de encontrem alento e força nesse momento tão triste”, declarou a instituição em suas redes sociais.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias: