Obras para encanamento de gás seguirão até 2021 em Rio Claro

250

A população de Rio Claro já notou a presença de operários e maquinários espalhados por bairros do município há alguns meses. Trata-se de trabalhos da Comgás, que está implantando gás natural encanado na cidade para residências e comércios. Nesta semana, o serviço chegou à região central, na Avenida 3.

De acordo com a empresa, a ideia do projeto é expandir a rede em 196 quilômetros e ampliar o fornecimento do gás natural encanado para 44 bairros de Rio Claro. As obras serão divididas em fases, começando pelo Jardim Quitandinha, Bairro do Estádio e Consolação, onde 37% dos moradores já aderiram ao serviço. A finalização total do projeto está prevista para o segundo semestre de 2021.

O uso do gás natural encanado já é uma realidade hoje no Brasil e no mundo e são diversas as aplicações para residências, comércios e indústrias, incluindo fogão, fritadeira a gás, piso aquecido, lareira, tocheiro, aquecimento de piscina, climatização de ambientes, secadora de roupas, além da geração de energia com uso de geradores a gás. Cidades da região metropolitana de São Paulo, região administrativa de Campinas, na Baixada Santista e no Vale do Paraíba já contam com este tipo de serviço.

Segundo a Comgás, não há necessidade de abrir grandes buracos em toda a extensão das ruas por onde passará a rede. Ao contrário, são abertas apenas algumas pequenas valas em duas extremidades, por onde passam as ferramentas de perfuração, preferencialmente com o menor impacto possível ao cotidiano do residencial.

Para que a população local esteja ciente de todas as etapas do processo, o início das obras é comunicado aos residentes e comerciantes locais por meio de folhetos entregues com antecedência ao início dos trabalhos. Caso haja a necessidade de realização de serviços em frente a acessos de residências e/ou comércios, as equipes da Comgás conversam com os moradores e/ou comerciantes sobre o trabalho a ser realizado, garantindo o acesso livre às casas e/ou estabelecimentos comerciais, por meio de pavimento provisório, se necessário.

De acordo com a Comgás, a cada etapa as valas abertas são fechadas provisoriamente quando o trabalho não é concluído, com o objetivo de não prejudicar o fluxo de pedestres e veículos e, após a conclusão do serviço, é realizada a recomposição definitiva dentro do padrão da calçada ou via. Áreas isoladas sobre calçadas são sempre sinalizadas e demarcadas, garantindo passagem segura para pedestres.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: