Da Redação

Com o avanço das obras, o acesso será liberado na Avenida Visconde do Rio Claro, no cruzamento com a Avenida 6 e a Rua 7
Com o avanço das obras, o acesso será liberado na Avenida Visconde do Rio Claro, no cruzamento com a Avenida 6 e a Rua 7

As obras para a implantação da rede coletora de esgoto que fazem parte do Programa de Despoluição do Córrego da Servidão já estão com 82% do projeto executado. Dos 21 quilômetros de extensão (de norte a sul da cidade), a tubulação já foi implantada em 17,2 quilômetros. Atualmente as obras ocorrem em duas frentes de trabalho, concentradas na região do Guanabara e na Avenida Visconde do Rio Claro, na via de tráfego sentido centro – bairro. Com o avanço das obras, o acesso será liberado na Avenida Visconde do Rio Claro, no cruzamento com a Avenida 6 e a Rua 7.

No mês de maio, um quilômetro da nova tubulação chegou a ser implantado nas duas frentes de trabalho. O engenheiro da concessionária Foz, responsável pelas obras, Gabriel Soares, avalia de forma positiva a evolução dos serviços.

“Os trechos executados durante este mês apresentavam grande concentração de interferências, como adutoras, redes não cadastradas, aberturas de valas profundas próximas ao córrego, entre outras. Condições que tornam a execução dos serviços ainda mais complexa”, esclarece.

A matéria na íntegra você confere na edição impressa do JC desta sexta-feira, dia 30. Se você é assinante, clique aqui e acesse a edição digital.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Pharoah Sanders, saxofonista e lenda do jazz, morre aos 81 anos

Cresce número de crianças registradas por mães solo

JC nas Eleições debate dificuldade para Rio Claro eleger deputados