No dia 10 de julho 2022, Lana Raisa Rodrigues Favarim, de 35 anos, morreu em um hospital de Rio Claro após ter sido ferida por seu companheiro amoroso no dia anterior. O caso foi investigado pela DIG, da Polícia Civil, que solucionou o crime e prendeu o autor do homicídio nesta semana.

Os fatos ocorreram no dia 9 de julho, no bairro Cervezão, quando a vítima foi agredida na cabeça, segundo testemunhas, com um caibro. Após a agressão, testemunhas a levaram para a casa de sua irmã, que a encaminhou para o hospital onde ela morreu no dia seguinte.

A irmã da vítima registrou a ocorrência da morte e informou que Lana contou que havia sido brutalmente agredida por D.R.S., seu caso amoroso.

Segundo relatos colhidos pela equipe de investigação, as agressões à vítima eram corriqueiras, porém ela não registrava tais fatos na delegacia de polícia.

Lana Raisa Rodrigues Favarim, que deixou uma filha de cinco meses e outros dois filhos, morreu em decorrência de um traumatismo cranioencefálico, conforme apontou laudo necroscópico.

Após inúmeras diligências, a equipe de investigação da Polícia apontou o possível autor do crime como sendo um homem de 36 anos, residente no bairro vila Martins, próximo ao local dos fatos. Foi apurada ainda uma mensagem enviada pelo suspeito a um amigo da vítima. Ele dizia que, se encontrasse Lana, iria matá-la, exterminá-la.

Testemunhas do fato, confirmaram à irmã da vítima que o autor do crime foi, de fato, D.R.S.

Foi realizado um pedido de prisão temporária do suspeito, sendo deferido pela Vara do Júri de Rio Claro, e nesta sexta-feira (19), os policiais da DIG prenderam D.R.S. em sua residência.

Apesar de toda a investigação e testemunhas, D.R.S. negou qualquer envolvimento no crime, alegando que todos estão mentindo. Disse ainda que não tinha mais relacionamento com a vítima.

D.R.S. já esteve envolvido em outras ocorrências envolvendo violência contra mulher e permanecerá preso.

Este foi o segundo homicídio registrado em Rio Claro no qual a vítima foi uma mulher. O outro caso, da morte de Rafaela Aparecida Gomes, também foi solucionado pela DIG.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Câmeras flagram furto de vasos no Jardim Donangela

Boletim policial desta quinta-feira(29)