Prefeitura investiu em radares, população pede acostamento e melhorias na via.

Prefeitura afirma que equipamentos ainda não entraram em operação.

Motoristas que passam pela Avenida dos Estudantes, que fica paralela ao bairro Mãe Preta e também que dá acesso à SP-191 (Rodovia Wilson Finardi) e alguns condomínios, notaram que novos radares foram instalados e procuraram a reportagem do Jornal Cidade para saber se os mesmos já entraram em operação e também para questionar a medida de trânsito: “O que surpreende é que é investido dinheiro nesses radares mas ninguém investe em melhorias na via, como por exemplo um acostamento. Não tem segurança nenhuma e o número de pessoas que passam de bicicleta e a pé por ali dividindo espaço com carros e até cavalos soltos é alto”, apontou Adriana Joaquim.

O que diz a prefeitura

Em nota, a administração municipal afirmou: “Os radares não estão operando, pois ainda estão em fase de instalação. Na etapa seguinte haverá a verificação do Inmetro e só depois os equipamentos poderão entrar em operação. O objetivo é ampliar a segurança de motoristas e pedestres, devido à grande quantidade de acidentes registrados em trechos da via, como no cruzamento com a Rua 16, onde, há poucas semanas, mais um incidente foi registrado. A recomendação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana é que todos os condutores respeitem o limite de velocidade, que na Avenida dos Estudantes é de 50km/h. Guiar acima de limite de velocidade é infração de trânsito, amplia o risco de acidentes – que podem ser fatais –, e também pode render multa ao infrator”.

Tags: ,

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 135 milhões

Velo Clube recebe o Oeste pelo Paulistão