Um dos autores de homicídio em Santa Gertrudes no ano de 2013 foi condenado pelo tribunal do júri dessa terça-feira (14) a 14 anos de reclusão em regime fechado

Carine Corrêa

Um dos autores de homicídio em Santa Gertrudes no ano de 2013 foi condenado pelo tribunal do júri dessa terça-feira (14) a 14 anos de reclusão em regime fechado
Um dos autores de homicídio em Santa Gertrudes no ano de 2013 foi condenado pelo tribunal do júri dessa terça-feira (14) a 14 anos de reclusão em regime fechado

Bruno José de Oliveira foi julgado nessa terça-feira (14) pelo tribunal do júri por um homicídio que cometeu em 2013 na cidade de Santa Gertrudes. O resultado do julgamento foi a condenação de Bruno a 14 anos de reclusão, em regime fechado.

Segundo a denúncia que foi apresentada ao Ministério Público (MP) na época do crime, o homicídio aconteceu na zona rural de Santa. Foi no dia 23 de fevereiro, por volta das 07h15, que Bruno matou José Geraldo Morais.

O assassinato aconteceu na Estrada Horácio Pascon, entre uma empresa e uma fazenda. Bruno não praticou o crime sozinho. José foi morto ‘mediante tocaia e meio cruel, com golpes de faca no pescoço’.

A dupla de homicidas certificou-se “de que a vítima passaria pelo local. Tocaiados, esperaram a vítima passar. No instante en que José passava pelo seu trajeto, foi surpreendido pelos denunciados que desferiram vários golpes de faca em seu pescoço”, diz o documento encaminhado ao Ministério Público.

Latrocínio

Quando foi noticiado o homicídio, a Polícia trabalhava com hipótese de latrocínio. Na oportunidade foi divulgado que, quando um dos autores do crime foi preso, ele estava com a carteira de José Geraldo Morais. Entretanto, também circulou a informação de que a vítima já tinha um desentendimento anterior com um dos acusados.

Mais em Segurança:

Boletim policial desta segunda-feira (06)

Boletim policial deste sábado(4)