O aposentado faleceu aos 93 anos deixando a viúva, Maria Carmem Gomes Tezzaro (com quem foi casado por 70 anos) e oito filhos (um já falecido).

Familiares e amigos prestaram na terça-feira (30) as últimas homenagens ao comerciante Antonio Tezzzaro, conhecido como Nico da Charutaria. O aposentado faleceu aos 93 anos deixando a viúva, Maria Carmem Gomes Tezzaro (com quem foi casado por 70 anos) e oito filhos (um já falecido). Deixa também 18 netos e 16 bisnetos. Nico era um dos mais tradicionais comerciantes da Vila Aparecida. Em 1971, inaugurou a tabacaria localizada na Rua 2-A, e durante décadas permaneceu trabalhando no local.

De início, conciliava a atividade de lojista com o trabalho como ferroviário, e após a aposentadoria passou a se dedicar inteiramente ao próprio negócio. “Está sendo muito difícil essa despedida, porque ele era um homem muito querido, excelente pai e amigo” lamentou a filha Rosemeire.

O velório e o sepultamento aconteceram nesta terça-feira no Memorial Cidade Jardim (antigo Parque das Palmeiras).

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Programa combate lentidão na abertura de empresas

Jucielen vence bicampeã nos EUA