Moradores se mobilizam contra ocupação de reserva ambiental

101

Vivian Guilherme

Está marcada para esta quarta-feira (28), às 18 horas, em frente ao Fórum de Itirapina, uma manifestação dos moradores de Itirapina para protestar contra a ocupação de integrantes do Movimento Frente de Luta Nacional (FNL). A ocupação aconteceu no último dia 2 de setembro, em área pertencente à Estação Experimental de Itirapina, são cerca de 5 mil pessoas.

Segundo o presidente da Associação de Moradores e Proprietários do Broa, Italo Cardinali Filho, a intenção do manifesto é “mostrar que a comunidade e o meio ambiente estão sofrendo com a invasão”. “Eles botaram fogo para limpar os terrenos, mas a ventania acabou espalhando os focos e o incêndio se alastrou”, comentou Italo.

Integrantes do FNL estiveram na sessão da Câmara de segunda-feira e apresentaram uma moção
Integrantes do FNL estiveram na sessão da Câmara de segunda-feira e apresentaram uma moção (foto: Ricardo Martins)

O prefeito José Maria Cândido disse que entrou em contato com o governador Geraldo Alckmin e alertou sobre os danos ao meio ambiente. “O Estado está demorando para agir e a prefeitura não pode fazer nada, é uma área de competência do Governo do Estado. A área está sendo devastada pelo fogo, o que está prejudicando o meio ambiente, as pesquisas e poluindo a Represa do Broa.” Disse ainda que está sendo feito um abaixo-assinado que já conta com mais de 3 mil assinaturas.

Procurado pelo JC, o advogado do movimento FNL, Waldemir Soares Junior, informou que a liminar que mantém o movimento no local continua valendo e alegou que o incêndio foi criminoso, com o intuito de responsabilizar o movimento. “Já foi feito um boletim de ocorrência denunciando esse incêndio criminoso e pedimos ajuda da Polícia e da Fundação Florestal para ajudar na segurança da área”, alertou o advogado, que informou ainda que muitas das fotos que estão sendo divulgadas de animais mortos não são do local e foram retiradas da internet.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: