Uma moradora de 71 anos de Santa Gertrudes foi multada nesta semana pelo Governo do Estado de São Paulo através da Comissão Especial da Vacinação contra a Covid-19. O processo administrativo teve origem na Vigilância Epidemiológica de Rio Claro, já que a mulher se vacinou aqui no município de Rio Claro.

Foi constatado, no entanto, que ela infringiu a Lei Estadual nº 17.320/2021, que proíbe a vacinação para aqueles que furam a fila, como foi o caso dessa munícipe. O valor da multa chega a quase R$ 16 mil, segundo despacho o qual o Jornal Cidade obteve acesso. Não há informação pública sobre em qual local a mulher se vacinou na cidade, nem se fingiu que era moradora de Rio Claro para se vacinar, uma vez que o processo está em sigilo.

A respectiva legislação dispõe sobre penalidades a serem aplicadas pelo não cumprimento da ordem de vacinação dos grupos prioritários, de acordo com a fase cronológica definida no plano nacional e/ou estadual de imunização contra a Covid-19.

De forma geral, Rio Claro aplicou até o último dia 30 de setembro nesta campanha de vacinação contra a Covid 535.976 doses. Percentualmente, 94,46% da população rio-clarense recebeu ao menos uma dose de vacina contra a Covid. O percentual de pessoas que tomaram as duas doses ou dose única é de 86,35% da população.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.