Ednéia Silva

Menina toma vacina contra o HPV, que causa câncer de colo de útero (foto Agência Brasil)
Menina toma vacina contra o HPV, que causa câncer de colo de útero (foto Agência Brasil)

As adolescentes com idades entre 11 e 13 anos que ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra o HPV (papiloma vírus humano), que protege contra o câncer do colo de útero, devem procurar as unidades de saúde. Por enquanto, a procura tem sido baixa. Rio Claro imunizou apenas 44,6% das meninas, frente a 61,9% no estado e 50% no País.

A Vigilância Epidemiológica de Rio Claro informa que a vacina está disponível em todas as unidades de saúde do município, porque foi introduzida no calendário de rotina. De acordo com a VE, muitas meninas que receberam a primeira dose não retornaram para receber a segunda.

O fato é creditado às suspeitas que surgiram sobre a segurança da vacina, depois que algumas adolescentes da cidade de Bertioga passaram mal após a aplicação. A Vigilância Epidemiológica afirma que “o mal-estar em meninas na cidade de Bertioga acabou inibindo a presença nas salas de vacina, fato que, depois de investigado, comprovou não ter ocorrido por conta da vacina”.

A VE destaca ainda que a vacinação é uma estratégia do Ministério da Saúde para reduzir o câncer de colo de útero. Portanto, as meninas devem receber a segunda dose para ficarem protegidas. Para isso, basta comparecer a uma unidade de saúde com a carteira de vacinas. Quem está completando 11 anos agora deve tomar a primeira dose e seis meses depois, a segunda.

A aplicação da segunda dose, seis meses após a primeira, é fundamental para garantir a imunização contra o vírus por cinco anos. Já a terceira dose, que funciona como um reforço, deve ser aplicada cinco anos após a primeira dose. A recomendação é de que as adolescentes levem a caderneta de vacinação aos postos.

“Na primeira etapa da vacinação realizada em Rio Claro, foram vacinadas mais de quatro mil meninas. Em 2015, o Ministério da Saúde pretende vacinar adolescentes de 9 a 11 anos e, em 2016, as meninas de 9 anos”, explica a VE.

Sobre o HPV

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. O câncer de colo de útero é a terceira causa de morte por neoplasia entre mulheres no Brasil.