Samuel Vitor de Souza segue internado em Jaú e, após dias difíceis, voltou a sorrir.

Samuel Vitor de Souza, 9 anos, segue internado em Jaú

Foram 22 dias de espera até que a tão aguardada notícia veio da equipe médica do Hospital Amaral Carvalho, em Jaú: “A medula do Samuel pegou!”.

No dia 1º de junho, o morador de Santa Gertrudes, Samuel Vitor de Souza, de 9 anos, passou por um transplante de medula óssea no qual o doador foi o pai. Após isso, a criança enfrentou momentos difíceis na recuperação, como uma bactéria que ainda é tratada: “Ele teve dor nos ossos, chegou a tomar morfina, teve feridas na boca, dificuldade para se alimentar, ficou instável emocionalmente, me perguntava por que estava passando por isso, mas Deus esteve ao nosso lado e me deu forças como mãe para estar com ele, deu forças à equipe médica em todo o processo e ao Samuel também. Esta semana ele está mais animado e agora com essa notícia da defesa do corpo dele ter atingido um nível satisfatório é algo indescritível. Parece que a ficha ainda não caiu”, afirmou a mãe Andressa Aparecida à reportagem do JC (ela está internada como acompanhante do filho).

Samuel em foto no hospital na tarde de ontem (22).

Ainda de acordo com Andressa, se o quadro do filho continuar a evoluir, ele deve sair do hospital e ir para uma casa de apoio do hospital: “Estamos todos otimistas e aproveito a oportunidade para agradecer a todos que têm torcido pela cura do meu filho. A médica disse que o pior já passou, mas que os 100 primeiros dias após o transplante são muito delicados, por isso peço que continuem orando pelo Samuel”, finalizou a mãe.

Mais em Dia a Dia:

Sobrevivente de Orpinelli refaz a vida e lança projeto

Chega às bancas a nova JC Magazine