Dados da Fundação Municipal de Saúde apontam que desde o início da campanha de multivacinação em Rio Claro a maioria das crianças e adolescentes atendidos nas unidades de saúde estava com alguma dose de vacina atrasada. Dos 278 menores de 15 anos atendidos, 191 deles precisaram atualizar as vacinas que já deveriam ter tomado anteriormente. Desta forma, as equipes de saúde aplicaram os imunizantes correspondentes às idades e ao calendário vacinal.

O risco de retorno do registro da paralisia infantil é grande, caso a criança não receba a vacina. O Brasil já erradicou a doença no passado e nos últimos anos a cobertura vacinal não está em índices satisfatórios indicados pela Organização Mundial de Saúde. Em Rio Claro, até o momento, foram vacinadas 200 crianças com a vacina contra poliomielite. Todas as crianças de 1 a 4 anos precisam tomar a dose.

A campanha para atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes vai até 9 de setembro. O atendimento é de segunda a sexta-feira a partir das 7h30 nas unidades de saúde. No caso das unidades dos bairros Mãe Preta, Bonsucesso e Terra Nova, que funcionam em horário estendido, a vacinação segue até as 18h30, e nas demais unidades de saúde do município a vacinação é até as 16h30. Não há vacinação na unidade do Boa Vista, que está em reforma.

Atenção

Objetivo é ampliar as coberturas vacinais e, para isso, são aplicadas todas as vacinas que compõem o plano nacional de imunização.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Acidente entre carro e moto é registrado na Visconde

Ciro acompanha PDT e anuncia apoio a Lula no 2º turno