Livro “Colonos do café” é lançado em Rio Claro

235

O livro “Colonos do café”, escrito pela historiadora do Nepo/Unicamp Maria Sílvia C. Beozzo Bassanezi, rio-clarense de nascimento e neta de imigrantes, será lançado no Casarão da Cultura nesta terça-feira (29), com o apoio do Arquivo Público e Histórico “Oscar de Arruda Penteado”.

Esse livro fala sobre o cotidiano das famílias que trabalharam nos cafezais da Fazenda Santa Gertrudes, no final do século XIX e começo do século XX, época em que esta fazenda foi propriedade do primeiro Conde de Prates e considerada modelo da cafeicultura paulista. A fazenda ilustrava, inclusive, a propaganda brasileira do café e de atração de mão de obra na Europa.

Os leitores vão conhecer a vida na fazenda, o grande valor dado à união da família e ao trabalho, a religiosidade, o lazer, as dificuldades e as conquistas daqueles que são antepassados de muitos de nós. Poderão identificar também vários costumes e hábitos familiares que perduram até hoje.

Enfim, uma história representativa de milhares de famílias, especialmente de imigrantes que atravessaram o oceano para chegar a terras brasileiras em busca de prosperidade, mudando para sempre não só o destino de São Paulo, mas também do Brasil como um todo.

O livro “Colonos do café” foi baseado em rica documentação analisada com rigor, competência e sensibilidade pela autora, que pesquisou arquivos e bibliotecas, sobretudo a da Fazenda Santa Gertrudes.

Na ocasião, o lançamento será precedido por mais uma edição do Bate-papo Cultural, promovido pelo Arquivo, às 19h30. Toda a comunidade está convidada a participar do evento com entrada gratuita. O debate será feito pela própria escritora Maria Sílvia. A mediação ficará por conta do historiador Amilson B. Henriques.

“O relato foi feito com base em pesquisa realizada no acervo do Arquivo Público de Rio Claro”, destaca a superintendente do Arquivo Público, Monica Frandi Ferreira, informando que haverá exemplares do livro para venda.

O Casarão da Cultura fica na Rua 7 com Avenida 3, Centro de Rio Claro.

Entrevista

Em entrevista à Rádio Jovem Pan News Rio Claro, a escritora também falou sobre o projeto:

Qual sua opinião? Deixe um comentário: