Folhapress

Religiosa, estudiosa e querida por todos. É assim que amigos e familiares descrevem Sabrina Romanovski, 21, que morreu na madrugada desta quinta-feira (11), após sofrer um acidente de trânsito na terça-feira (9) em Chapecó (SC).

Na hora da confirmação da morte, ela deveria estar viajando rumo à Europa, onde faria um intercâmbio de aproximadamente um mês em Portugal junto ao namorado, de 21 anos, que também se feriu no acidente.

De família evangélica, a mãe conta que durante a quinta, ao desfazer a mala, encontrou um exemplar da Bíblia junto às roupas de Sabrina.

“Ela estudava muito a bíblia, Jesus, a Palavra. Ela costumava orar, ter o seu momento de reflexão”, contou Letícia Duarte, ao UOL.

“Ela buscava Deus e isso era o que mais fazia os meus olhos brilharem por ela”, descreve a amiga Sabrina Branco.

Atuando como assessora jurídica em um escritório, a jovem havia deixado o trabalho nas últimas semanas para se preparar para a viagem. Sabrina cursava direito e contabilidade. Caso o plano do casal de morar permanentemente em Portugal desse certo, Sabrina queria levar o resto da família, como contou a mãe.

“Já estava quase tudo certo com a documentação, para eles conseguirem fazer a vida lá”, afirmou a mãe de Sabrina.

Na noite de terça-feira, seria realizada a última despedida, com os pais e a irmã de 17 anos.

“Ela era incrível e determinada. Responsável em tudo o que ela fazia. Coerente, humana e comprometida com todos”, disse Letícia, mãe de Sabrina.

O UOL tentou conversar com o namorado de Sabrina, mas o jovem preferiu não dar entrevista. Nas redes sociais, ele compartilhou mensagens de luto, como as da mãe dele.

“Ela foi muito amada e tocou a vida de muita gente com sua doçura e seu amor pelo reino de Deus. Não tinha tempo ruim com ela”, escreveu a sogra.

Amigos também descrevem com carinho Sabrina, como a amiga homônima, Sabrina Branco.

“Ela era uma pessoa muito especial. Não tinha tempo ruim com ela. Se ela notasse que você estava desanimado, ela sempre estava ali para dar forças. Não consigo expressar em palavras a gratidão de ter tido ela como amiga e pessoa”.

O ACIDENTE

Em uma das várias despedidas de amigos e família que o casal fez, uma das últimas seria com uma das avós do namorado, que mora em Planalto (RS). Mas ainda no início da viagem, na SC-480, em Chapecó, o casal sofreu o acidente de carro.

Conforme o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que um dos carros envolvidos aquaplanou na pista e colidiu com outro veículo. O carro do casal -que os Bombeiros ainda sabem se é o que sofreu a aquaplanagem- saiu da pista e tombou.

Sabrina ficou presa às ferragens e foi encaminhada ao hospital em estado grave, mas não resistiu, com trauma na região do abdômen.

Além dos pais e do namorado, com quem tinha relação há três anos, Sabrina deixa uma irmã de 17 anos.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Saúde orienta sobre meningite meningocócica

Nesta sexta-feira termina a campanha de vacinação contra a pólio