A Câmara Municipal de Rio Claro passa a contar a partir de janeiro com uma nova formação na Mesa Diretora. Em votação realizada nessa segunda-feira (15), os novos componentes foram eleitos para os trabalhos do biênio de 2023 a 2024. O presidente José Pereira foi reeleito para o cargo com vitória unânime entre os presentes, sendo 18 votos, já que apenas o vereador Thiago Yamamoto (PSD) não estava presente na sessão. A reeleição já era aguardada diante da unidade articulada entre os vereadores, que veem na figura de Pereira um presidente atuante para o bom andamento dos trabalhos no Poder Legislativo.

Em pronunciamento, o vereador declarou que “nesse um ano e oito meses fiz o que pude, tive algumas experiências e tenho certeza de que essa experiência que adquiri vou praticar melhor ainda neste biênio. Vocês têm a porta aberta para o diálogo, estou como presidente, mas não sou dono da verdade e da razão, quero diálogo e paz. É disso que precisamos”, afirmou. Em seguida foi realizada a votação para a vice-presidência, em que foi eleito Serginho Carnevale (União Brasil).

Em sua defesa, declarou que seu partido – a maior bancada hoje na Câmara – chegou ao consenso do seu nome. Como oponente, o vereador Geraldo Voluntário (MDB) colocou-se à disputa, recebendo votos favoráveis de Carol Gomes (Cidadania) e Moisés Marques (PP), além dele próprio. Porém, os demais presentes votaram em Serginho, que conquistou o cargo para o novo biênio.

O vereador Adriano La Torre (PP) foi reeleito primeiro secretário também de forma unânime entre os vereadores que compareceram à sessão, fato que também já era aguardado diante do trabalho realizado até o momento. O atual vice-presidente, Hernani Leonhardt (MDB), foi eleito segundo secretário, no lugar do atual Julinho Lopes (PP). Leonhardt recebeu apenas votos contrários de Carol Gomes, que o criticou diante de o emedebista não ter votado a favor do parceiro de partido, Voluntário.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Política: